Ronaldo anuncia aposentadoria do futebol; relembre perfil do jogador publicado na edição 34 da Rolling Stone Brasil

Da redação Publicado em 14/02/2011, às 17h48

Ronaldo chorou durante a entrevista coletiva de imprensa em que anunciou sua aposentadoria, em São Paulo
AP

Ronaldo deu adeus ao futebol. O jogador anunciou, nesta segunda, 14, no Centro de Treinamento do Corinthians, sua aposentadoria. As informações são dos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo.

"Não consigo falar nada", começou o atacante, durante a entrevista coletiva de imprensa. "Estou encerrando a minha carreira como jogador profissional e dizer que esta carreira foi linda, maravilhosa, emocionante. Tive muitas derrotas, muitas vitórias, fiz muitos amigos e não lembro de ter feitos inimigos", disse. O agora ex-jogador estava acompanhado do presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, e dos filhos Ronald e Alex.

"Antecipo o fim da minha carreira por alguns motivos importantes. Todos sabem do meu histórico de lesões, tenho tido nos últimos dois anos uma sequência muito grande de lesões que vão de uma perna para a outra, de um músculo para outro. Estas dores me fizeram antecipar o fim da minha carreira", afirmou, lembrando que ele tinha um contrato com o Corinthians até o final de 2011. "A partir de quinta, 10, quando decidi [que iria parar de jogar], parecia que estava numa UTI, num estado terminal, e esse anúncio foi minha primeira morte, digamos. É muito duro você abandonar algo que te fez tão feliz, e que poderia ainda seguir. Psicologicamente quero muito, mas tenho que assumir algumas derrotas, eu perdi para o meu corpo."

Na ocasião, Ronaldo falou também sobre ter sido diagnosticado com hipotireoidismo, distúrbio hormonal que prejudica o metabolismo e contribui, entre outros sintomas, para o ganho de peso. "Há quatro anos, no Milan, descobri que sofria de um distúrbio que chama hipotireoidismo, um distúrbio que desacelera o seu metabolismo e para controlar isso teria que tomar uns hormônios que no futebol seriam doping. Então muitos aqui devem estar arrependidos de terem feito chacota do meu peso, não guardo mágoa de ninguém, só queria explicar isso no último dia de minha carreira", disse.

"Meu futuro já está bem organizado, vou me dedicar à minha agência, daqui algum tempo vamos anunciar a fundação 'Criando Fenômenos', que espero me dedicar por muito tempo, e é isso", afirmou. Entre os momentos mais importantes de sua carreira, Ronaldo comentou sobre o título conquistado na Copa do Mundo de 2002 e também por ter feito parte do Corinthians. "Eu nunca vi uma torcida tão empolgante, tão apaixonante, tão entregue assim a um time de futebol, mesmo que em algumas vezes essa cobrança por resultados faz dela um pouco agressiva, fora do controle. Em outras entrevistas eu falei que não imaginava realmente ter vivido sem o Corinthians", falou.

Ronaldo na Rolling Stone Brasil

Ronaldo estampou a capa da edição 34 da Rolling Stone Brasil, em julho de 2009, pouco mais de seis meses depois de ter sido contratado pelo Corinthians. Clique aqui para ler a matéria na íntegra.