The Roots leva hip-hop fino ao palco do Planeta Terra

Banda mostrou clássicos da década de noventa e versatilidade televisiva

Lucas Reginato Publicado em 09/11/2013, às 21h59 - Atualizado em 10/11/2013, às 21h41

O grupo The Roots levou um hip-hop fino ao palco do Planeta Terra. Leia aqui.
Camila Cara/T4F/Divulgação

O grupo The Roots iniciou o show pontualmente às 18h no Planeta Terra 2013, mas não encontrou tanta gente. Teve quem ousou perder o espetáculo para ver Travis, que no mesmo horário atraiu uma grande plateia no palco principal. Melhor para quem, assim, conseguiu se aproximar dos norte-americanos e verificar a precisão de graves que muitas vezes remetem a um estilo mais atual - mesmo que o nome do grupo não seja à toa e ela cumpra sem dificuldades a missão de exaltar as raízes do hip-hop.

Planeta Terra 2013: veja um resumo do festival.

De perto ou de longe, não se perdia de vista a gigante Tuba que perambulava pelo palco. Ela vinha carregada pelo saxofonista Damon Bryson, apelidado Tuba Gooding Jr, que provou fôlego ao inclusive solar com o pesado instrumento de sopro. De vez em quando, o colocava de lado para também mostrar a habilidade cenográfica nos estalos dos dedos. Aconteceu em “Mellow My Man”, que ainda ganhou uma coreografia dos instrumentistas.

Questlove, talvez o mais icônico entre os integrantes da banda, abandonou o blackpower ao qual é tão associado. Não deixou de lado, contudo, a precisão na bateria que carrega mesmo as músicas acompanhadas por batidas eletrônicas. É uma banda experiente, e o rapper Black Thought rege a festa ao mesmo tempo em que dispara versos de canções como “The Next Movement”, responsável por abrir o espetáculo.

A apresentação iniciou com faixas antigas, frutos de uma primeira fase do grupo, de discos clássicos como Do You Want More?!!!??! (1995) e Things Fall Apart (1999). “Proceed”, por exemplo, foi encaixada logo no início e fez dançar os espectadores. É trazido à tona também a versatilidade dos músicos acostumados com adaptações por atuarem desde 2009 no programa televisivo Late Night with Jimmy Fallon.

O guitarrista Captain Kirk Douglas mostra um peculiar jeito de solar e acompanha com a voz as notas que toca. Desta forma, viaja por sucessos recentes e cantarola trechos de músicas como “Wrecking Ball”, de Miley Cyrus, “Somebody That I Used To Know”, de Gotye, e “Baby Boy”, de Beyónce, além de “Sweet Child O’ Mine”, do Guns N’ Roses.

Desta forma, a plateia, que se despedia do sol, acabou em uma pista de dança. A versatilidade da banda carregou os mais dispostos por variados caminhos, e todos eles passam pela dignificação das raízes com um hip-hop fino e genuíno.

Leia abaixo nossa cobertura completa do Planeta Terra 2013.