Roteirista de Emily in Paris critica Globo de Ouro por não indicar I May Destroy You

Segundo Deborah Copaken, a indicação da produção era necessária

Camilla Millan I @camillamillan Publicado em 04/02/2021, às 20h23

None
Montagem de I May Destroy You e Emily in Paris (Foto: Reprdução)

O Globo de Ouro 2021 acontece no dia 28 de fevereiro, e a lista de indicações divulgada na última quarta, 3, gerou polêmica. A elogiada I May Destroy You não recebeu sequer uma indicação à premiação - e a roteirista de Emily In Paris, Deborah Copaken, criticou o evento. As informações são do Omelete.

+++LEIA MAIS: 4 motivos para maratonar Normal People, minissérie indicada ao Globo de Ouro 2021 [LISTA]

Enquanto Emily in Paris, da Netflix, sofreu diversas criticas e recebeu indicações, I May Destroy You (HBO) era uma das grandes favoritas, mas foi esnobada pela premiação. Por isso a roteirista Deborah Copaken escreveu um editorial no The Guardian no qual questiona a decisão da premiação.

Segundo Copaken, devido às críticas à Emily in Paris, ela não pensou que a série seria indicada: “Estou feliz que Emily In Paris foi indicada? Sim. Claro. Nunca cheguei remotamente perto de ver uma estatueta do Globo de Ouro de perto, muito menos ser indicada a um. Mas esta felicidade infelizmente é afetada pela minha raiva pela esnobação de [Michaela] Coel. O fato de que I May Destroy You não recebeu nenhuma indicação não é apenas errado, é o que está errado com tudo.”

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

A roteirista continua: “Mas minha fúria não é só sobre etnia. Não é só sobre representação racial na arte. Sim, precisamos de arte que reflita todas as nossas cores, mas também precisamos premiar séries, músicas, filmes, peças e musicais que mereçam.”


+++ PAI EM DOBRO | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL