Roteiro original de Midsommar era muito mais explícito e violento; conheça

O terror folk de Ari Aster é repleto de imagens macabras e aterrorizantes

Malu Rodrigues I @amalu.rodrigues Publicado em 13/06/2020, às 17h00

None
Midsommar (foto: reprodução/ A24 Pictures)

[Contém spoilers]

Midsommar (2019) é repleto de imagens macabras e aterrorizantes. O terror folk de Ari Aster mostrou uma narrativa inquietante de um grupo que viaja à Suécia para um festival, mas se depara com rituais sinistros. Apesar das muitas cenas perturbadoras, o roteiro original revelava um filme ainda mais violento e explícito, como recorda o site ScreenRant.

A primeira versão de Aster criava uma história bem mais detalhada. Uma das cenas cortadas seria, provavelmente, uma das mais desconfortantes para o público - e teria 15 minutos. Nela, uma jovem cortaria os pelos pubianos logo depois da primeira menstruação.

+++ LEIA MAIS: Conheça o mundo incrível (e nojento) dos efeitos especiais de Midsommar - e nada foi tela verde

Ela misturaria o sangue menstrual com uma bebida e colocaria os pelos em uma comida. O ritual seria para fazer um homem se interessar por ela. Essa história está no filme, mas todos os detalhes ficaram de fora e o público apenas vê a jovem servindo a mistura para o pretendente.

Além desse, outros rituais que envolvem a mutilação de animais também foram cortados do roteiro final. Os que rodeiam as mortes do longa também foram retirados. Os espectadores viram apenas os resultados - grotescos - das mortes dos personagens principais, mas não viram como o processo aconteceu. E a versão original mostraria tudo isso.

+++ LEIA MAIS: Conheça o estúdio que revoluciona o cinema de terror moderno com A Bruxa, Midsommar e Hereditário

As cenas mais violentas retratariam o assassinato de Simon (Archie Madekwe) e Josh (William Jackson Harper) de forma diferente da vista no filme. Na escrita original, Simon seria pendurado pelo tendão de cabeça para baixo com ferraduras pregadas aos pés. Em vez disso, no longa o personagem teve as costas abertas no estilo "águia de sangue".

Enquanto isso, Josh seria acorrentado a uma cerca, teria o abdômen aberto e seria deixado para sangrar até morrer.

+++ LEIA MAIS: A Evolução do Estereótipo das Mulheres nos Filmes de Terror, de Psicose a O Homem Invisível

Apesar do roteiro ter mudado, Midsommar não deixou de transmitir imagens gráficas, hipnotizantes e inquietantes. Ainda mais com a paleta clara que, acredite ou não, deixa tudo mais perturbador.

O filme está disponível no catálogo do Amazon Prime Video.


+++ DELACRUZ | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO