Rússia apoia Coreia de Norte e diz que A Entrevista é agressivo e escandaloso

“A reação norte-coreana é totalmente compreensível", disse porta-voz da chancelaria russa

Redação Publicado em 26/12/2014, às 10h59 - Atualizado às 17h19

A Entrevista
Reprodução

A Rússia divulgou um comunicado no qual afirma compreender a revolta de Coreia do Norte em relação ao filme A Entrevista, que estreou nesta quinta-feira, 25, nos Estados Unidos. De acordo com a fala do porta-voz Alexander Lukachevich, a comédia sobre o falso assassinato do líder Kim Jong-un é agressiva e escandalosa.

10 estrelas da música que cantaram para ditadores.

"A ideia do filme é tão agressiva e escandalosa que a reação norte-coreana é totalmente compreensível", disse ele. "A Rússia está preocupada com uma nova escalada de tensões entre os Estados Unidos e a Coreia Norte. As ameaças norte-americanas de retaliação e os pedidos a outros países para condenar a Coreia do Norte nos parecem contraproducentes e perigosos e não fazem mais que elevar as tensões."

Première de A Entrevista é cancelada após ameaça de atentado terrorista.

Após ameaças enviadas por hackers que realizaram um ciberataque contra a Sony, a estreia do filme no dia de Natal foi brevemente cancelada. As mensagens avisavam que, caso o filme fosse exibido, algo semelhante ao atendado de 11 de setembro aconteceria com os cinemas. Contudo, a Sony voltou atrás depois de inúmeras celebridades e o presidente norte-americana Barack Obama criticarem a atitude de empresa de ceder às ameaças.