Rust: Alec Baldwin pede arquivamento do processo por tiro fatal no set; entenda

Alec Baldwin pediu arquivamento do processo aberto por Mamie Mitchell por falta de evidências de que ator teve intenção no acidente no set de Rust

Redação Publicado em 26/01/2022, às 12h17

None
Alec Bladwin (Foto: Mark Sagliocco/Getty Images for National Geographic)

Defesa de Alec Baldwin e produtores de Rust pediram o arquivamento do processo civil feito por uma supervisora de roteiro que estava no set quando ator atingiu a diretora de fotografia Halyna Hutchins com tiro fatal em outubro de 2021. A ação foi protocolada no Tribunal Superior de Los Angeles nesta segunda, 24.

De acordo com G1, os advogados de Baldwin alegam que não há evidências de que ele ou os produtores tiveram intenções no ocorrido. A revisora Mamie Mitchell abriu um processo contra o ator em novembro de 2021, alegando que ele deveria ter verificado se não havia munição real no revólver Colt. 45 que causou o acidente. Segundo Baldwin, o diretor assistente garantiu que a arma era segura para ser utilizada e afirma não ter puxado o gatilho.

+++ LEIA MAIS: Rust: Alec Baldwin admite que carreira pode ter acabado após acidente fatal

“Apesar da tentativa da autora de rotular as reivindicações como intencionais, nada nas alegações da autora sugere que algum dos réus cometeu intencionalmente conduta prejudicial,” informa o documento da ação. Gloria Allred, advogada de Mitchell, afirmou que deveria continuar com a ação, pois os produtores estão “tentando evitar explicar sua conduta perante um juiz e um júri em um tribunal.” (via G1)

Acidente no set de Rust

Em outubro de 2021, Alec Baldwin matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins enquanto filmava com uma arma cenográfica no set do longa-metragem Rust. De acordo com o gabinete do xerife do condado de Santa Fé, o serviço de emergência norte-americano recebeu uma ligação para relatar um tiroteiro no Rancho Bonanza Creek, por volta das 14 horas.

+++ LEIA MAIS: Rust: Alec Baldwin não puxou o gatilho e causou tiros no set, garante ator

“O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de Rust. A diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, foram atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada por Alec Baldwin, 68, produtor e ator.” Hutchins foi levada em um helicóptero para o hospital da Universidade do Novo México, mas não resistiu ao ferimento.

Aos 42 anos, Hutchins tinha créditos em curtas-metragens, produções de televisão e filmes desde 2012, segundo o IMDb. Exercendo a profissão como diretora de fotografia, Hutchins havia ficado à frente de uma série de filmes como Archenemy (2020), com Joe Manganiello, Blindfire (2020) e The Mad Hatter (2021), segundo informações do G1.

+++ LEIA MAIS: Rust: Roteiro não previa disparos de Alec Baldwin, diz supervisora Mamie Mitchell