Sacha Baron Cohen abandona projeto de cinebiografia da Freddie Mercury

Ator não concordou com os rumos que o Queen queria dar para o projeto que vai retratar a vida do vocalista da banda nos cinemas

Redação Publicado em 23/07/2013, às 08h40 - Atualizado às 19h19

Sacha Baron Cohen
AP

Sacha Baron Cohen decidiu abandonar a cinebiografia do vocalista do Queen, Freddie Mercury, por diferenças artísticas com os outros integrantes da banda inglesa. As informações são do site Deadline.

Dez grandes momentos de Freddie Mercury em vídeo.

O ator era ligado ao filme desde 2010 e viveria, nos cinemas, o papel do cantor do grupo. De acordo com o que foi noticiado, Baron Cohen não concordou com o rumo que os outros integrantes do Queen decidiram dar ao filme.

A banda queria que a cinebiografia centrasse mais na própria história, em uma produção indicada para todas as idades. Já o ator buscava um trabalho que focasse na vida do vocalista, assumidamente homossexual, e com liberdade para retratar a vida de excessos do líder. Para isso, eles seriam obrigados a elevar as restrições de idade do público.

Baron Cohen teria desistido depois que as indicações dele para o cargo de roteirista, Peter Morgan, e de diretor, David Fincher e Tom Hooper, não foram aprovadas por Brian May e Roger Taylor.

Depois de ser detectado portador do vírus HIV, Freddy Mercury morreu em 1991, aos 45 anos, vítima de broncopneumonia.