Sacha Baron Cohen ironiza suposto impedimento de ir ao Oscar

Em vídeo, ator aproveitou a situação para promover o personagem do filme O Ditador; assista aqui

Redação Publicado em 24/02/2012, às 14h08 - Atualizado às 18h52

Sacha Baron Cohen
Reprodução/Still

Um dia após a notícia de que poderia ser impedido pela Academia de comparecer ao Oscar trajado do personagem que interpreta no filme O Ditador, o ator Sacha Baron Cohen publicou um vídeo em que ironiza a situação. Nas imagens, ele aparece vestido como o general Aladeen, protagonista do ainda inédito filme.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

"Eu estou irado de ser banido do Oscar pela Academia de filmes e sionistas", disparou o personagem de Cohen. "Enquanto aplaudo a Academia de não tomar meu direito de livre expressão, eu os aviso que se não abandonarem suas sanções e darem meus ingressos até o meio-dia do domingo, irão encarar consequências inimagináveis!"

"A não ser que tenhamos certeza de que nada aconteça no tapete vermelho, a Academia não admitirá Sacha Baron Cohen na festa", disse um represente da Paramount ao site Deadline na última quinta, 23. "Se Cohen concordar com esses termos, suas entradas não seram confiscadas."

"Adoraríamos ter Sacha Baron Cohen na premiação", disse um porta-voz da Academia à CNN. "Temos expressado [para Cohen] que não gostamos que nosso tapete vermelho seja usado para fazer promoção. Estamos esperando o que ele tem a dizer. Está em suas mãos."