Saga de Lestat, de Entrevista com o Vampiro, voltará aos cinemas

Alex Kurtzman e Roberto Orci, de Star Trek e O Espetacular Homem-Aranha 2, serão os produtores

Redação Publicado em 08/08/2014, às 09h14 - Atualizado às 14h04

Entrevista com o Vampiro - Tom Cruise
Reprodução / Vídeo

Uma nova saga de vampiros está prestes a surfar na onda das franquias milionárias. Lestat de Lioncourt, já interpretado por Tom Cruise em Entrevista com o Vampiro, em 1994, voltará às telonas após a nova aquisição dos direitos dos livros escritos por Anne Rice, realizada pela Universal Pictures e Imagine Entertainment.

As melhores e piores adaptações de livros para o cinema.

O acordo, anunciado na noite de quinta-feira, 8, prevê o direito de levar aos cinemas de todos os dez livros já lançados pela autora na série Crônicas Vampirescas, inclusive o já adaptado Entrevista com o Vampiro, publicado em 1976. O acordo também inclui Tale of the Body Thief, escrito pelo filho dela, Christopher Rice, e o ainda inédito Prince Lestat, que chega às prateleiras ainda em 2014.

A produção dos filmes ficará sob os cuidados da dupla Alex Kurtzman e Roberto Orci, que realizaram Star Trek e O Espetacular Homem-Aranha 2, entre outros blockbusters.

Brad Pitt e Tom Cruise podem atuar juntos pela primeira vez desde Entrevista com o Vampiro.

A série literária segue a história de Lestat, um aristocrata pobre que acaba se tornando um imortal vampiro no fim do século 18.

Entrevista com o Vampiro ajudou a alavancar as carreiras de Cruise, que interpretou Lestat, e Brad Pitt, que deu vida (ou morte?) ao também vampiro Louis de Pointe du Lac. O filme arrecadou US$ 220 milhões nos Estados Unidos, em bilheteria, um valor impressionante para a época, e foi indicado ao Oscar em duas categorias.

Top 10: Os melhores vampiros das telas.

A Rainha dos Condenados, outro livro da saga vampiresca que chegou aos cinemas, foi lançado em 2002, protagonizado por Aaliyah (rainha Akasha) e Stuart Townsend (como Lestat), mas não repetiu o bom desempenho do antecessor e reuniu US$ 45 milhões em bilheteria nos Estados Unidos.