Saiba porque a França passou a reconhecer duelos de sabre de luz como um esporte oficial

As disputas podem se tornar uma modalidade oficial nas Olimpíadas

Redação Publicado em 20/02/2019, às 12h13

None
Daisy Ridley como Rey em Star Wars: Os Últimos Jedi (Foto:Reprodução)

Os famosos sabres de luz, introduzidos pelo universo sci-fi do Star Wars, sempre foram sensação entre os fãs da franquia interplanetária, e sempre fizeram parte de brincadeiras e simulações de duelos entre os mais apaixonados pelos jedi.

Reconhecendo esse esforço coletivo, a França passou a reconhecer esses duelos como um esporte oficial e apto a ganhar competições organizadas.

Em outras palavras, disputas de sabre de luz agora habitam o mesmo patamar esportivo que, por exemplo, esgrima, sua irmã um pouco menos fantasiosa.

De acordo com o The Guardian, a federação busca, com essa decisão, combater o sedentarismo que predomina nos tempos atuais.

Serge Aubailly, secretário geral contou, que essa é “uma questão séria de saúde pública”, e acrescentou: “É por isso que estamos criando uma ligação entre disciplina e tecnologias modernas, para que a prática de esporte seja natural”.

Michael Oritz, organizador de um torneio de sabres de luz envolvido no novo projeto disse que o objetivo é criar algo seguro, regulamentado “e, acima de tudo, queríamos produzir algo visual que se parecesse com os filmes, porque é o que os fãs esperam”. 

A regras serão simples: os participantes vão duelar dentro de um círculo determinado. Golpes na cabeça e no torso valem 5 pontos, nas pernas e braços 3, e nas mãos 1. Ganha o primeiro a conseguir 15 pontos, ou o que tiver a maior pontuação em 3 minutos, que será a duração dos duelos.