"Se Bono demorasse para ir ao médico, a lesão poderia se tornar permanente", diz The Edge

Em vídeo, guitarrista do U2 falou sobre saúde de Bono, confirmou adiamento de turnê e disse que já está trabalhando em músicas novas para o próximo disco do grupo

Da redação Publicado em 26/05/2010, às 19h13

The Edge dá recado sobre saúde de Bono em vídeo publicado no site oficial

Ver Galeria
(2 imagens)

The Edge falou sobre a saúde de Bono e o destino da turnê do U2 em vídeo publicado no site oficial do grupo. O vocalista do U2 foi submetido a uma cirurgia de emergência em um hospital localizado em Munique, Alemanha, no último dia 21. Enquanto treinava para o trecho norte-americano da 360º Tour, o cantor sofreu uma grave compressão no nervo ciático.

"Infelizmente recebemos a notícia de que Bono não estará apto a fazer nenhuma atividade física nas próximas semanas, o que entra em conflito com a primeira parte da turnê", disse o guitarrista. "Talvez ele tenha exagerado e se machucou. Por sorte, ele logo se deu conta de que precisava ir ao médico, acho que foi quando percebeu que não conseguia mais andar. Se ele não tivesse feito nada, a lesão poderia ser muito mais grave e até permanente", disse, dando a entender que o frontman poderia ficar sem sentir as pernas.

"Eu conversei com Bono no telefone algumas horas após a cirurgia e nada do que ele falava fazia sentido, o que é uma pena porque ele prometeu me dar seu carro e outras coisas de valor", brincou. No dia seguinte, os integrantes se falaram mais uma vez e Bono "parecia estar bem, mas em choque por causa das implicações da lesão". "Foi bom ouvi-lo. Nós falamos sobre o que [seu afastamento] implica para a rotina da banda e estamos cuidando disso agora", completou.

The Edge brincou mais uma vez dizendo que "provavelmente este é o maior tempo de descanso que o frontman teve nas últimas décadas". "Conhecendo Bono, ele vai querer tomar o caminho mais curto para se recuperar logo. Mas vejo que é importante que ele se cuide da maneira mais metódica possível", disse.

De acordo com o guitarrista, a turnê norte-americana não será cancelada, apenas adiada, conforme anunciado anteriormente pelo empresário da banda, Paul McGuines. "Nós estaremos de volta, maiores e melhores do que nunca", afirmou o guitarrista. Segundo The Edge, provavelmente em agosto o grupo fará um período de pré-produção na Europa para abrir a turnê. O músico ainda revelou que já está escrevendo músicas e trabalhando em um novo material para o próximo disco do U2. "Pretendemos tocar faixas novas em alguns shows. É algo que sempre queremos fazer, mas nunca conseguimos. Então estamos animados e focados nisso", finalizou.

Clique aqui para assistir ao vídeo.