Sean Connery teve telefone grampeado na Inglaterra

A amizade do ator com o primeiro-ministro da Escócia fez dele um dos alvos do jornal News Of The World

Redação Publicado em 31/05/2012, às 14h01 - Atualizado às 14h07

Sean Connery
Divulgação

O ator Sean Connery foi informado pela polícia inglesa que foi um dos alvos no escândalo de grampos telefônicos do jornal News Of The World. Segundo o jornal The Guardian, o nome do ator aparece cerca de dez vezes na lista de gravações de Glenn Mulcaire, detetive particular do tabloide.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

A vítima, no entanto, não quis se envolver com o caso, segundo informou seu biógrafo, Murray Grigor: “Ele está em uma fase boa e preferiu nem ligar para isto”. Um dos fatores que fez de Connery um alvo foi seu envolvimento com Alex Salmond, primeiro-ministro da Escócia e liderança política na briga pela independência do país do Reino Unido. O ex-James Bond é um dos nomes mais célebres na campanha em favor do país.

Atualmente, Sean Connery está afastado dos estúdios. Ele ficou conhecido por interpretar o agente 007 em sete longas, entre 1962 e 1983, além de ter participado de outros clássicos como O Nome da Rosa e Coração de Dragão.