Sean Penn admite que pode ter problemas por conta do cartel: “Existem pessoas irracionais”

Em entrevista ao programa 60 Minutes, ator falou pela primeira vez à imprensa após a publicação do texto dele sobre El Chapo na Rolling Stone

Rolling Stone EUA Publicado em 18/01/2016, às 17h26 - Atualizado às 17h29

Sean Penn
Reprodução/Vídeo

Sean Penn concedeu a primeira entrevista desde a publicação do famigerado texto dele sobre o traficante El Chapo, na Rolling Stone. Na conversa com o jornalista e apresentador Charlie Rose, no programa 60 Minutes, Penn discutiu suas intenções ao se encontrar com Chapo, que foi capturado no dia anterior à publicação da reportagem.

“Acho que a política da guerra às drogas, que afeta todos nós profundamente, parece não mudar. Parece ser imutável”, afirmou Penn. “Eu compreendo a justiça e as leis. Então, faço o que chamo de jornalismo experimental. Não preciso ser a pessoa que dá os números de assassinatos ou da quantidade de drogas que entram no país. Saio e passo tempo na companhia de outro ser humano, algo que todos nós somos.”

Vídeo: veja a íntegra da entrevista concedida pelo traficante El Chapo a Sean Penn.

Penn também falou sobre as acusações de que foi complacente com o traficante no texto que produziu. “Eu não estava presente nos acontecimentos que as pessoas gostariam de ver reportadas ali. Não estava presente em assassinatos. Não estava presente para ver drogas. Estava presente no que eu escrevi. Escrevi aquilo para usar como um pilar para um artigo sobre a política da guerra às drogas.”

O ator negou as alegações do governo mexicano, de que ele e a atriz Kate del Castillo contribuíram de maneira involuntária para a captura de El Chapo. “Eles claramente se sentiram humilhados com a ideia de que alguém o havia encontrado antes deles”, afirmou. Penn reconheceu ainda a possibilidade de que membros “irracionais” do cartel possam tentar algum tipo de represália contra ele depois da prisão do criminoso. “Eles estão nesse negócio há muito tempo. Lidam com questões da lei há muito tempo. Lidam com informações desencontradas há muito tempo. Existem pessoas irracionais. Então, não posso afirmar com certeza que não há nenhum risco.”

View More: Newsmakers News|Live News|More News Videos