Segurança de Michael Jackson diz que Rei do Pop previu uma pandemia global; entenda

Matt Fiddes revelou que o artista previa "um desastre natural" - e é por isso que ele usava máscaras

Redação Publicado em 27/03/2020, às 10h21

None
Michael Jackson usa uma máscara preta ao adentrar o Hotel Lanesborough, em Londres, em 16 de fevereiro de 1996 (Foto: AP / Adam Butler)

Enquanto o surto de coronavírus se espalha pelo mundo, Matt Fiddes, que trabalhou com Michael Jackson por uma década, revelou ao The Sun que o Rei do Pop previu uma pandemia global.

+++ LEIA MAIS: Revelações de Michael Jackson: namoradas secretas, planos de fuga e paranoia

De acordo com o segurança, Michael Jackson “sabia que um desastre natural aconteceria (...) Ele sempre previu que poderíamos ser eliminados a qualquer momento.”

“Ele passava por quatro países em apenas um dia e entrava em aeronaves com muitas pessoas o tempo todo”, contou Fiddes, acrescentando, muitas vezes, ele brincou com o artista para que não usasse máscara.

+++LEIA MAIS: O que os artistas têm feito durante a quarentena?

“Ele dizia: ‘Matt, não posso ficar doente, não posso desapontar meus fãs. Tenho shows se aproximando. Estou na Terra por uma razão. Não devo prejudicar minha voz, tenho que me manter saudável”, continua.

Ainda, Fiddes revela o que Michael Jackson, morto em 2009, diria sobre a pandemia atual: “Eu sei exatamente o que ele diria às pessoas e é isso (...) Ele gemia e ninguém o ouvia. Quando ele dizia coisas assim, ninguém o levava a sério.”

+++ LEIA MAIS: O dia que Michael Jackson foi enquadrado pela polícia por usar máscara de ski no supermercado

 


+++ CORONAVÍRUS: DEVEMOS REALMENTE CANCELAR SHOWS E EVENTOS?