Selena Gomez fala sobre primeiro disco "adulto" e ponta em A Grande Aposta

Cantora diz que, aos 23 anos, sente-se mais segura e sexy

JOE LEVY Publicado em 24/01/2016, às 11h15

Selena Gomez se apresenta no aniversário da iHeartRadio, apresentada pela Capital One, no Madison Square Garden
Charles Sykes/Invision/AP

"Desculpa, não paro de tossir. Estou ficando doente", diz Selena Gomez. Ela está resfriada, mas a doença não deixa a sua voz muito diferente da que pode ser ouvida nas canções que ela colocou nas paradas nos últimos seis meses: "Good for You", "Same Old Love" e "Hands to Myself".

Selena, de 23 anos, trabalha desde que era pré-adolescente, tendo conseguido um papel em Barney e Seus Amigos em 2002. Gravou o primeiro disco aos 16 anos, quando já era uma estrela da Disney. No entanto, foi apenas em Revival (2015) que ela encontrou sua própria voz e entrou para o mundo adulto. "Eu me senti confiante e à vontade com quem sou. Eu me senti sexy. Estava louca para fazer algo assim."

O primeiro show que você viu foi da Britney Spears. Quantos anos você tinha?

Tinha uns 11 ou 12 anos. Sou do Texas, então foi em Dallas. Não tínhamos dinheiro sobrando para comprar aqueles ingressos, mas minha mãe havia economizado porque foi o primeiro CD que comprei. Eu era absolutamente obcecada pela Britney. Ficamos na última fileira da arquibancada – foi... foi incrível.

Revival soa como um álbum de verdade, não como uma coletânea de singles. Parte do motivo para isso é que você viajou ao México para trabalhar em algumas das faixas.

Foi no meio da gravação do álbum. A gravadora achou que eu só queria férias de graça. Falei: "Não, quero pegar o mesmo grupo de pessoas, quero que moremos juntos, quero acordar e tomar café da manhã com eles e falar de coisas verdadeiras".

Para onde vocês foram?

Puerto Vallarta. Eu, Hit-Boy e alguns [integrantes] da equipe de produção dele, Rock Mafia e [os compositores] Justin Tranter e Julia Michaels ficamos em uma casa por cinco ou seis dias. Saíamos, escutávamos música ao vivo e voltávamos para criar num estúdio que era basicamente um closet. Fizemos quatro faixas lá. Só duas acabaram entrando no disco, mas essa viagem foi muito crucial. Estava começando a descobrir o que queria dizer.

Há alguns meses, vimos um vídeo no Instagram mostrando Justin Bieber cantando para você pouco antes do American Music Awards. O que está acontecendo ali e como é ter o mundo inteiro vendo aquilo?

Bom, sinto muito, para começo de conversa. Sinceramente, adoraria que você publicasse que, para mim, já deu de falar sobre aquilo e sobre ele.

Você aparece no filme A Grande Aposta, de Adam McKay, junto ao economista Richard Thaler. Será que pensou com seus botões: "Christian Bale, Brad Pitt e Ryan Gosling estão neste filme – por que estou rodando uma cena com um professor de 70 anos?"

Para ser sincera, fiquei feliz de não precisar fazer uma cena com eles. Teria ficado vermelha de vergonha e suando o tempo inteiro.