Sem ator e sem tubarão: Como foram as filmagens do clássico de Steven Spielberg?

Tubarão, lançado em 1975, se tornou sucesso de público e crítica

Redação Publicado em 24/06/2020, às 16h55

None
Tubarão (Foto: Reprodução)

Tubarão, lançado em 1975, se tornou um sucesso de público e crítica. O filme funcionou tanto como uma história de terror quanto uma aventura em alto mar. No entanto, o longa de Steven Spielberg teve um começo conturbado. As informações são do site El País Brasil.

Em entrevista, o ator Richard Dreyfuss revelou: "Começamos a filmar sem roteiro, sem atores e sem tubarão".

+++ LEIA MAIS: Cena deletada de Tubarão mostra uma criança sendo devorada

Com 27 anos na época, Spielberg optou por filmar as cenas do tubarão no Oceano Atlântico do que em um tanque em uma propriedade fechada. O resultado disso foi a corrosão do material que constituía o tubarão mecânico. Isso dificultava o funcionamento dele - e impedia movimentos. Além disso, como o site aponta, quando tudo funcionava, aparecia um som externo para atrapalhar o plano de sequência.

Quando o tubarão não podia aparecer, a equipe o substituía por outros objetos ou apenas mostrava a barbatana do animal.

+++ LEIA MAIS: Trilha sonora de Tubarão ganha relançamento em vinil

Ainda, Spielberg e os roteiristas mudavam as cenas do roteiro constantemente para encontrar alternativas de filmagem - o que resultou em mais cenas apenas com o mistério da aparência da criatura e momentos íntimos entre os personagens. Ao final da produção, o prazo original de 55 dias pulou para 159, além do orçamento que foi triplicado.

Apesar dos obstáculos, Tubarão virou um dos maiores blockbusters da história e um dos maiores sucesso de Steven Spielberg.


+++ A PLAYLIST DO SCALENE