Sequestrador liberta reféns na Ucrânia após presidente aceitar promover filme de Joaquin Phoenix

Homem foi identificado como ativista dos direitos animais pelas autoridades locais

Redação Publicado em 22/07/2020, às 10h11

None
Joaquin Phoenix discursa após receber Oscar por Coringa em 2020 (Foto: Chris Pizzello/Invision/AP)

Um homem armado sequestrou um ônibus na Ucrânia com treze passageiros As negociações com a polícia chegaram ao fim com a intervenção de Volodymyr Zelenski, presidente da Ucrânia. O político aceitou promover um documentário narrado por Joaquin Phoenix e os reféns foram liberados. 

Segundo informações do site Deadline, o sequestro durou cerca de 12 horas. A polícia local identificou o sequestrador como Maksym Kryvosh, ativista pelos direitos animais com passagem pela polícia por posse de armas. 

+++ LEIA MAIS: Crise do Coronavírus: devemos dar razão aos discursos de Joaquin Phoenix?

Durante as negociações, houve troca de tiros e o havia ameaça de explosão de granada, de acordo com o Daily Mail. O presidente conversou com o sequestrador por 10 minutos e concordou em divulgar o documentário Terráqueos (2005), narrado por Phoenix, e o político publicou um vídeo de seis segundos no Facebook oficial. "Todos deveriam assistir", disse Zelenski na postagem. O homem se entregou após a publicação e todos os reféns foram liberados sem nenhum ferimento. 

Com direção de Shaun Monson e trilha sonora de Moby, Terráqueos é um documentário que promove o veganismo ao exibir registros das diversas indústrias que utilizam animais, desde alimentação até a moda. 


+++ FREJAT: O DESAFIO É FAZER AS PESSOAS SABEREM QUE O DISCO EXISTE