Série da Netflix, Kingdom revela uma origem do apocalipse zumbi diferente de The Walking Dead

Produção sul-coreana explica epidemia na segunda temporada

Redação Publicado em 06/05/2020, às 11h09

None
Cena de Kingdom, da Netflix (Foto: Reprodução/Instagram)

Atenção! Contém spoilers da segunda temporada de Kingdom

Kingdom, série sul-coreana de acção e suspense da Netflix, tem uma origem para o apocalipse zumbi diferente de The Walking Dead, fenômeno da AMC. Enquanto o início do surto não surpreende na série inspirada nos quadrinhos, Kingdom mostra como a ganância humana iniciou a epidemia de mortos-vivos.

Robert Kirkman, criador dos quadrinhos de The Walking Dead, demorou a explicar o fenômeno dos zumbis. Nas redes sociais, respondeu a um seguidor que o apocalipse começou com “esporos do espaço”, ou seja, de origem alienígena.

+++ LEIA MAIS: 4 erros mais gritantes (e irritantes) de The Walking Dead [LISTA]

Na série sul-coreana, porém, a causa para a doença é bem diferente. De acordo com o Observatório do Cinema, agricultores começaram a cultivar determinadas sementes, vendidas por agentes chineses da Rainha Pirata, para vender aos coreanos, com a promessa de trazer os entes queridos de volta do túmulo.

O negócio, porém, não correu como os agricultores esperavam, e a planta não vendeu bem. Por isso, fazendeiros jogaram sementes na natureza, ou fizeram doações do estoque, e rapidamente a planta virulenta se espalhou pelo país.

+++ LEIA MAIS: Zumbilândia: Atire Duas Vezes quase teve crossover com The Walking Dead; entenda

O número de infectados cresceu rapidamente, pois a planta começou a ser usada no exército coreano na guerra contra o Japão, e as privações geradas pelo governante levou famílias a praticar o canibalismo diante da fome, muitas vezes consumiram corpos infectados sem saber.


+++ MINHA PLAYLIST.... FRANCISCO, EL HOMBRE | ROLLING STONE BRASIL