Sex Pistols foram investigados pela Irlanda

Perseguição à banda por parte do governo do país, levada a cabo em 1978, vem à tona

Da redação Publicado em 02/01/2009, às 20h22

Foi divulgado nesta semana pelo semanário britânico NME que os Sex Pistols foram alvo de investigação oficial por parte do governo irlandês em 1978.

Segundo o processo que veio à tona, a banda punk era considerada pelos altos escalões da Irlanda como uma ameaça à moral católica vigente no país.

A informação dá conta de que a instituição religiosa esteve especialmente preocupada com a mensagem do clássico álbum Never Mind The Bollocks.

Segundo os documentos da perseguição, o título e o conteúdo do disco eram "obscenos" e se enquadravam nas punições previstas pelo Indecent Advertisements Act (algo como a lei contra pronunciamentos indecentes), o que acarretaria no pagamento de multa por parte das lojas que vendessem o disco. No fim das contas, a ameaça irlandesa não foi levada às últimas conseqüências.