Sia e FKA Twigs denunciam Shia LaBeouf por comportamento abusivo

As cantoras falaram publicamente sobre os casos de agressão e manipulação que sofreram

Redação Publicado em 14/12/2020, às 10h17

None
Sia (Foto: Getty Images / Jonathan Leibson) e FKA Twigs (Foto: Divulgação/ Dominic Sheldon)

Recentemente, as cantoras Siae FKA Twigs denunciaram o ator Shia LaBeouf (Transformers) por comportamento abusivo. (Via Entertainment Weekly)

Na última sexta-feira, 11, FKA Twigs foi até a Corte Superior de Los Angeles e denunciou LaBeoufpor agressão sexual, física e abuso emocional. Os dois se conheceram nas gravações do filme Honey Boy, em 2018, começaram um relacionamento e terminaram em menos de um ano. 

De acordo com o documento, o ator assediou fisicamente a artista e transmitiu uma doença sexual para ela de propósito. Além disso, FKA Twigs afirmou que foi ameaçada pelo ex-namorado enquanto ele estava dirigindo. Na ocasião, LaBeouf ameaçou bater o carro para fazer a parceira dizer que amava ele.

Karolyn Pho, outra ex-namorada do ator, também afirmou que ele era agressivo e, certa vez, prendeu ela na cama enquanto estava bêbado e bateu tão forte nela com a cabeça ao ponto de começar a sangrar.

Já no último domingo, 13, Sia se manifestou nas redes sociais e revelou que também foi vítima do comportamento abusivo de LaBeouf. A cantora trabalhou com o ator no clipe de “Elastic Heart”. 

Em resposta à denúncia de FKA Twigs, Sia escreveu: “Eu também fui ferida emocionalmente por Shia, um mentiroso patológico, que me envolveu em um relacionamento adúltero afirmando que era solteiro. Eu acredito que ele está muito doente e tenho compaixão por ele e pelas vítimas dele”. 

Diante das acusações, LaBeouf enviou um email ao The New York Times e declarou: “Eu não estou na posição de dizer como meu comportamento fez as pessoas se sentirem. Eu não tenho desculpas para o alcoolismo ou agressão, apenas racionalizações”. 

Ele continuou: “Tenho sido abusivo comigo mesmo e com as pessoas ao meu redor por anos. Eu tenho um histórico de machucar as pessoas mais próximas de mim. Eu tenho vergonha dessa história e peço desculpa àqueles que machuquei. Não tem mais nada que eu possa dizer”.

Mais tarde, LaBeouf ainda disse que “muitas dessas afirmações não são verdadeiras”, mas que devia às mulheres a chance de falarem publicamente sobre o caso delas e deveria “aceitar a responsabilidade". Além disso, ele afirmou que está tentando tratar do alcoolismo e do estresse pós-traumático.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ PÉRICLES: 'QUEREMOS FAZER O NOSSO SOM, MOSTRAR NOSSA VERDADE E LUTAR POR IGUALDADE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL