Sinéad O'Connor cancela shows e diz que está “muito mal”

A cantora enfrenta um distúrbio bipolar e recebeu recomendações médicas de não continuar a turnê

Rolling Stone EUA Publicado em 24/04/2012, às 10h21 - Atualizado às 19h54

Sinead O'Connor
AP

Sinéad O'Connor cancelou todas as datas de shows restantes em 2012 por causa de seu distúrbio bipolar, informa a agência de notícias Associated Press. A cantora fez o anúncio em seu site oficial na última segunda, 23, mas a página foi tirada do ar depois disso. Segundo a agência, ela disse que está “muito mal” e recebeu recomendações médicas de não continuar a excursionar, depois de sua “crise muito séria entre dezembro e março”.

A artista passou por períodos tumultuados nos últimos meses, e chegou a escreveu uma carta aberta aos fãs em setembro para assegurá-los de que não cometeria suicídio, depois de uma série de tweets preocupantes. Três meses depois, ela se casou com seu quarto marido, Barry Herridge, mas terminou o relacionamento após apenas 16 dias. Algumas semanas mais tarde, Sinéad contou que tentou suicídio, dizendo aos fãs via Twitter que ela “não estava bem e corria perigo”.

A cantora lançou How About I Be Me (and You Be You)?, seu primeiro disco em cinco anos, em fevereiro. Ela embarcou em uma curta turnê para promover o trabalho e fez shows profissionais e sem grandes problemas em Los Angeles e Nova York. Em sua mensagens para os fãs esta semana, O'Connor escreveu que planejava fazer turnê ao longo de todo o ano, mas que estava “tentando ser mais forte do que é de fato”.