Sinead O’Connor fala sobre abusos de Prince: ‘Há uma diferença entre ser louco e ser um abusador de mulheres’

Compositora revelou ao New York Times um comportamento abusivo de Prince após o sucesso de "Nothing Compares 2 U"

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 18/05/2021, às 20h59

None
Sinead OConnor canta em show em Dublin em 2003 (Foto: Getty Images) Prince discursa no NAACP Image Awards em 2011 (Foto: Kevin Winter / Getty Images for NAACP Image Awards)

Sinead O’Connor acusou Prince de comportamentos abusivos em um novo perfil do New York Times. De acordo com a compositora, o cantor começou a ameaça-la após o sucesso de "Nothing Compares 2 U." As informações são do Spin. 

Em entrevista, O'Connor explicou como o músico a convidou para a mansão onde vivia e a repreendeu por xingar em entrevistas, obrigando o mordomo a servir sopa, mesmo ela não querendo.

+++ LEIA MAIS: O que Prince pensava sobre o Led Zeppelin?

A acusação mais chocante, de acordo com New York Times, foi quando Prince "sugeriu educadamente uma guerra de travesseiros, apenas para bater nela com algo duro o qual ele colocou dentro da fronha. Quando ela escapou a pé no meio da noite, ela escreveu, ele a seguiu com o carro, saltou do veículo e a perseguiu na estrada."

"Você tem que ser louco para ser um músico," O'Connor disse. "Mas há uma diferença entre ser louco e ser um violento abusador de mulheres." Também falou sobre como considera "Nothing Compares 2 U" uma música dela, apesar de ser escrita por Prince.

+++ LEIA MAIS: Gravação rara de Prince, ‘Forever in My Life’ é lançada; ouça

Essa não foi a primeira vez que O'Connor falou sobre as atitudes de Prince. Há algum tempo prometeu revelar tudo na própria biografia e acusou o cantor de usar drogas com frequência e ser violento com mulheres próximas a ele.


+++ SUPLA: 'NA ARTE A GENTE TEM QUE SER ESPONTÂNEO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL