Site pede vídeos para doc sobre a fase hip-hop de Joaquin Phoenix

Usuários podem contribuir com vídeos "caseiros" para o projeto tocado por Casey Affleck, cunhado do ex-ator

Da redação Publicado em 15/05/2009, às 13h32

As tentativas tragicômicas de Joaquin Phoenix em se lançar como astro do hip-hop foram filmadas pelo ator Casey Affleck, irmão de Ben Affleck, que, no ano passado, anunciou planos de fazer um documentário com o material. Agora, o ator convoca usuários que tenham gravado experiências de Phoenix como "aspirante a MC" a postar vídeos no recém-lançado site JoaqDoc.

A veracidade do doc ainda é posta em xeque - é pra valer ou algo no estilo Borat, com a dupla tirando sarro de todos que apostaram na "seriedade" da transição de ator para cantor de hip-hop? Ao clicar no link, o usuário encontrará apenas a opção de postar o vídeo, com um termo de compromisso para esclarecer as condições e a liberação de direitos autorais na postagem do material caseiro. Segundo o site da Rolling Stone EUA - que descobriu o link após comentário de um leitor -, um e-mail enviado ao endereço indicado no site retornou. A mesma URL cita a Flemmy Productions, associada ao projeto.

"Estou fazendo um filme sobre a passagem de Joaquin Phoenix do cinema à música. Se você tem qualquer vídeo pertinente a este tópico, e que gostaria de incluir neste filme, eu adoraria usá-lo", diz uma nota do JoaqDoc, supostamente de autoria de Affleck, que é casado com a irmã de Phoenix.

Caso o doc (ainda sem título, anunciado simplesmente como Joaquin Phoenix Documentary) vingue, Affleck tem muitas cartas na manga: filmou de performances na cena de hip-hop, que passam longe de transformar Phoenix no próximo 50 Cent, à impagável aparição do ganhador do Globo de Ouro pelo papel de Johnny Cash em Johnny e June no David Letterman Show. A participação no talk-show aconteceu em janeiro - depois, portanto, de anunciados os planos do doc. Phoenix deu a entrevista para supostamente divulgar Two Lovers, seu último filme - meses antes, já havia declarado sua aposentadoria do cinema.

Em fevereiro, na pré-estreia nova-iorquina de Two Lovers - de fato, não se tem notícia de outra produção com a qual Phoenix esteja envolvido (além, é claro, do doc em questão) -, o ex-ator foi seguido por uma câmera, em equipe comandada por Affleck. Aos convidados, em seguida, pedia-se a assinatura para "liberação do uso de imagem".