Site “Prophets of Rage” não trata de reunião do Rage Against the Machine; entenda

Misteriosa contagem regressiva se refere a projeto que "envolve integrantes da banda" e será revelado em breve

Rolling Stone EUA/Redação Publicado em 19/05/2016, às 12h44 - Atualizado às 12h59

Tom Morello durante show do Rage Against the Machine no festival norte-americano Coachella de 2007

Ver Galeria
(2 imagens)

Em um tuíte na última terça, 17, o Rage Against the Machine direcionou os fãs ao website ProphetsOfRage.com, que contém uma contagem regressiva que se encerra em 1º de junho. O público até fez uma ligação da mensagem do site com alguns pôsteres espalhados por Los Angeles.

A página virtual ainda exibe a hashtag “#TakeThePowerBack”, nome de uma música do Rage Against the Machine e, para quem se inscreveu com o e-mail, as frases “Clear the way for the prophets of rage” (“Abra caminho para os profetas da fúria”) e “The Party’s Over Summer 2016” (“A festa acabou verão 2016”, em tradução livre).

O site gerou tanto reboliço que quase saiu do ar, despertando o interesse de nomes como Nikki Sixx e Questlove, entre outros. O site Cleveland.com chegou a publicar que o Prophets of Rage tratava de um show de reunião do Rage Against the Machine em um evento de oposição ao candidato à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump.

LEIA TAMBÉM

[Galeria] As 15 separações mais conturbadas do rock

[Arquivo] Lembre como foi o show do Rage Against the Machine no SWU 2010

Uma fonte próxima à banda, contudo, diz à Rolling Stone EUA que, pelo menos até então, os fãs estão errados. “Estão não é especificamente uma reunião do Rage Against the Machine”, diz a fonte. “Há muito mais relacionado a isso. Há mais partes envolvidas, muitas notícias animadoras a serem reveladas.”

O projeto irá incluir “alguns integrantes do Rage Against the Machine” e algumas apresentações ao vivo. “Se vai ser um ou cinco shows, eu não sei”, afirma a fonte. “Há mais anúncios a serem feitos.”

Uma das frases (“Clear the way for the prophets of rage”) vindas do misterioso site faz referência a um verso da música “Prophets of Rage”, lançada pelo Public Enemy em 1988, no álbum It Takes a Nation of Millions to Hold Us Back. Além disso, o rapper Chuck D, do Public Enemy, foi ao Twitter e publicou um vídeo ao vivo do Rage Against the Machine tocando “Bulls On Parade”, em Londres, em 2010.

O site norte-americano Pitchfork especula que o Prophets of Rage se trata de um supergrupo formado por três membros do Rage Against the Machine – o guitarrista Tom Morello, o baixista Tim Commerford e o baterista Brad Wilk – e os rappers B-Real, do Cypress Hill, e Chuck D. Eles supostamente farão shows tocando músicas dos três grupos de origem dos integrantes.

O último show do Rage Against the Machine aconteceu há quase cinco anos, no festival organizado pela banda L.A. Rising, no Los Angeles Memorial Coliseum, nos Estados Unidos. Entre 2001 e 2007, os integrantes do grupo (com exceção do vocalista, Zack de la Rocha) se juntaram a Chris Cornell, do Soundgarden, formando o Audioslave, gravando três discos.

Após a reunião, em 2007, o Rage Against the Machine ainda tocou no festival brasileiro SWU, em 2010, em um show marcado pelas interrupções devido à grande movimentação do público (lembre como foi).