Site que ameaçava vazar fotos nuas de Emma Watson fazia parte de campanha para fechar o fórum 4chan

“A internet precisa ser censurada", afirma publicação de EmmaYouAreNext.com

Redação Publicado em 24/09/2014, às 19h01 - Atualizado em 17/11/2014, às 14h00

Emma Watson
Axel Schmidt

O site que ameaçava publicar fotos nuas da atriz Emma Watson - EmmaYouAreNext.com – era, na realidade, uma campanha para encerrar as atividades do fórum 4chan.

Entrevista - Emma Watson se desvencilha de parte da infância para estabelecer valores próprios.

A página EmmaYouAreNext.com saiu do ar na manhã desta quarta, 24, e foi substituída por um apelo ao presidente Barack Obama para que o 4chan seja fechado. Anteriormente, o endereço trazia uma foto do rosto de Emma com um relógio em contagem regressiva e o logo do 4chan, que hospedou dois recentes vazamentos de fotos íntimas de celebridades, como Jennifer Lawrence e Kim Kardashian.

Noé, dirigido por Darren Aronofsky, leva para as telas a famosa história bíblica.

"A divulgação de fotos de celebridades nuas no 4chan nos últimos dois meses foram uma invasão de privacidade e uma clara indicação de que a internet precisa ser censurada", diz assinado pela “agência” de marketing Rantic. Contudo, foi revelado que a Rantic Marketing é, na realidade, uma agência falsa. Os responsáveis por criar a pegadinha são os membros do SocialVEVO. Entre os integrantes do grupo, estão Jacob Povolotski, Yasha Swag, Swenzy e Joey B.

Dez objetos mágicos que fãs de Harry Potter adorariam que fossem reais.

“Eu comecei a questionar estereótipos de gênero quando tinha 8 anos e ficava confusa quando me chamavam de 'bossy' [mandona]”, disse ela no discurso. “Quando eu tinha 14 anos comecei a ser sexualizada por certos elementos da imprensa. Quando eu tinha 15 anos, minhas amigas largaram os esportes que praticavam porque não queriam parecer ‘musculosas’. Quando eu tinha 18, meus amigos homens não conseguiam expressar sentimentos."

Fiel como um cão: relembre dez grandes melhores amigos da TV.

"Eu decidi que era feminista e isso não me parecia complicado. Mas a minha recente pesquisa me mostrou que ‘feminismo’ se tornou uma palavra impopular”, disse. A atriz continuou o discurso recrutando homens e meninos para a luta feminista. Assista ao vídeo abaixo.