Skank relançará O Samba Poconé no segundo semestre de 2011

Além da reedição, Samuel Rosa revela intenção de gravar um DVD do disco no Deserto do Atacama

Por Patrícia Colombo Publicado em 16/11/2010, às 11h14

Skank relançará <i>O Samba Poconé</i>, álbum de 1996
Divulgação/Weber Pádua

Boas novas aos fãs do Skank. A banda mineira capitaneada por Samuel Rosa, que na primeira semana de novembro lançou o CD e DVD Multishow ao Vivo - Skank no Mineirão, prepara um especial para celebrar os 15 anos do álbum O Samba Poconé, um dos discos mais bem sucedidos do rock nacional nos anos 90. Em entrevista à Rolling Stone Brasil, o vocalista revelou que o álbum será relançado no segundo semestre do ano que vem.

"Queremos colocar alguma sobra de estúdio e talvez lançar também um DVD falando um pouco sobre como foi na época, com imagens que temos daquele período", revela Samuel. Ele entrega ainda que a banda pretende executar o disco na integra em um show - e o registro do evento deverá fazer parte do DVD. "Queremos ver se tocamos o disco inteiro em um lugar diferente, como o Deserto do Atacama. A ideia é essa, vamos ver se conseguimos." Samuel Rosa não esconde o orgulho que tem do trabalho, relacionando a importância deste na história do Skank. "Ele provou que não éramos uma banda de um hit só."

Apesar de ter sido o terceiro álbum do grupo mineiro (lançado em 1996, sucedendo Skank, de 1993, e Calango, de 1994), O Samba Poconé acabou ganhando peso de "segundo álbum" (aquele no qual a banda mostra a que veio), uma vez que, comercialmente falando, o primeiro disco de sucesso do Skank acabou sendo Calango. "Ele foi, naquele período, a prova de fogo para nós e foi maravilhoso", conta o cantor. Resultado: dois grandes hits ("Garota Nacional" e "Uma Partida de Futebol") e cerca de 1,8 milhão de cópias vendidas. "Apesar de ter pontas muito pop, tinha uma certa dose de experimentação dentro do espectro do Skank, como 'Sem Terra' e 'Los Pretos'", explica.

Samuel Rosa afirma que ainda não há data certa para o lançamento, mas que muito provavelmente ele acontecerá no segundo semestre de 2011. Mais detalhes serão divulgados em um futuro próximo, sobretudo com relação aos materiais extras que deverão ser incluídos no álbum. "É sem sombra de dúvidas o disco que tem mais história na nossa carreira", afirma Samuel.