Slash foi avisado que morreria em menos de dois meses - mas já faz 19 anos

O guitarrista do Guns N' Roses desenvolveu um problema cardíaco durante os anos 1990

Redação Publicado em 17/04/2020, às 17h30

None
Slash durante show no Brasil (Foto: Thaís Azevedo)

Assim como muitos rockstars, Slash abusou muito das drogas quando era mais novo (a ponto de deixar David Bowie impressionado, inclusive). O vício quase o levou a morte: por causa do exagero, Slash recebeu, em 2001, um prazo de vida de apenas seis semanas.

Em 2015, o Louder Sound fez um enorme levantamento das histórias com drogas do guitarrista do Guns N’ Roses. Explicaram como o abuso fez Slash desenvolver miocardiopatia, um enfraquecimento nos músculos do coração comum em idosos.

+++ LEIA MAIS: Slash relembra morte por overdose de heroína e cocaína na década de 1990

Slash recebeu uma notícia desesperadora: a expectativa de vida ficava entre seis dias e seis semanas - mas, dificilmente, mais do que esse período.

Contra todas as expectativas - e com ajuda de um defibrilador e muita, muita terapia e auxílio médico - Slash conseguiu se recuperar. Ficou assustado com o evento, porém; e, numa vertente quase positiva, isso o ajudou a ficar completamente sóbrio em 2005.

+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA