The Smiths lança linha do tempo interativa no site oficial

Não custa avisar: não é um indício de que o grupo está em vias de uma reunião

Rolling Stone EUA Publicado em 04/03/2014, às 12h55 - Atualizado às 15h31

Morrissey - galeria (Smiths)
Reprodução

Em apenas cinco anos, Smiths foi de bandinha de indie pop que circulava por Manchester para uma das significantes do Reino Unido – e, de repente, ela chegou ao fim. Tão poucos quanto o tempo em atividade, os lançamentos do Smiths foram incríveis durante todo o reinado deles, entre 1982 a 1987, e agora você pode viajar pelos melhores momentos da carreira da banda em uma nova e interativa linha do tempo publicada no site da banda.

Galeria: 14 passagens reveladoras da autobiografia de Morrissey.

Essa linha do tempo exibe os momentos mais marcantes do grupo, incluindo o primeiro show no The Ritz, em Manchester, em 1982 e o lançamento do primeiro single, “Hand in Glove”, que veio no ano seguinte. Trechos e versos escritos por Morrissey espalham-se ao longo da linha do tempo, que também inclui músicas, posições nas paradas de sucesso, frases de críticos e integrantes da banda, além de alguns fatos curiosos. Por exemplo, “How Soon is Now?” era originalmente um lado B de “William, It Was Really Nothing” e então se tornou, na opinião do guitarrista Johnny Marr, “possivelmente a gravação mais duradoura [da banda]”. A linha do tempo também mostra imagens da versão original de Morrissey para “Panic”, de 1986.

Dez músicas da carreira solo de Morrissey que você precisa ouvir.

A maior parte dos singles e todos os discos do Smiths ganham destaque nessa cronologia, que conta com players para ouvi-los através do serviço de streaming Spotify, ainda não existente no Brasil. Embora a linha não dê muitos detalhes sobre a banda, como as tensões que a levou do sucesso ao rompimento, oferece uma visão completa da breve, porém ilustre, carreira do Smiths.

Retrospectiva: o entretenimento em 2013.

Evidentemente, não tenha esperanças de pensar que a linha do tempo poderia ser um sinal de uma possível reunião da banda: mais uma vez, em uma recente entrevista, Morrissey rejeitou a ideia, ao dizer “eu não conheço uma única pessoa que queira uma reunião do Smiths”.

Ícones do post-punk e new wave, entre eles Morrissey, se tornam super-heróis.

O vocalista agora está trabalhando na França para criar o sucessor de Years of, de 2009. Ele finalmente assinou um contrato de dois anos com o selo Harvest Records, da Capitol Records. Ainda nada foi revelada uma previsão de lançamento do disco. Recentemente, Moz relançou Your Arsenal, disco solo de 1992 adorado pelos fãs.

Para ver a linha do tempo, clique aqui.