Só existem 10 cópias do vinil de God Save The Queen, dos Sex Pistols - e uma está à venda

Exceto essa dezena, todas as cópias do LP foram destruídas pela gravado A&M por medo de publicidade negativa

Redação Publicado em 29/10/2019, às 15h59

None
Capa de "God Save the Queen" à esquerda e Sex Pistols à direita (Foto 1: Reprodução e Foto 2: AP)

Uma das cópias raríssimas do disco de vinil de “God Save The Queen”, primeira música dos Sex Pistols, vai à leilão nesta sexta, 1 de novembro. O preço final, de acordo com a NME, deve ficar entre £12 e £15 mil (R$ 61,7 mil a R$ 77,1 mil).

O preço alto é justificado, e a compra, única - só existem 10 discos desses no mundo. “É uma chance de um colecionador ser dono de um pedaço da história da música,” disse Martin Hughes, expert em vinil e leiloeiro. “Tive o privilégio de vender muitos discos raros, mas este com certeza é o mais emocionante de todos.”

+++ LEIA MAIS: Johnny Rotten, do Sex Pistols, causa ao criticar Ramones e Black Flag em evento dedicado ao punk

O single em vinil de “God Save the Queen” tem, de fato, um background emocionante:  todas as cópias (exceto essas 10) foram destruídas pela própria gravadora por causa das atitudes provocadoras dos Sex Pistols em relação ao parlamento e à rainha bretã.

Inicialmente, o lançamento do disco era uma comemoração da banda, pois assinavam o primeiro contrato com uma gravadora (A&M Records). Fizeram disso um evento na frente do Buckingham Palace, morada real da Inglaterra. O título irônico da faixa, porém, não pegou bem - e a publicidade foi negativa.

+++ LEIA MAIS: Supreme lança coleção com ícone do pré-punk The Velvet Underground

Com medo de uma retaliação do mercado, a A&M ordenou a destruição das cópias do vinil e desistiu de promover "God Save The Queen" (os Sex Pistols desfizeram o contrato). Guardaram apenas dez cópias do single nos cofres da gravadora - e, anos depois, esses discos tornaram-se alguns dos mais valiosos para a história da música.