Solo 45, artista de grime, é condenado por aprisionar 5 mulheres e estuprar 21

O músico estava em julgamento desde 2019

Redação Publicado em 11/03/2020, às 19h00

None
Solo 45 com grupo Boy Better Know (Foto: Reprodução/ YouTube)

Solo 45, músico britânico de grime e fundador do coletivo Boy Better Know, foi julgado culpado por estupro e aprisionamento. A condenação do artista, cujo nome de batismo é Andy Anokye, iniciou em 2019 e incluiu 22 acusações por estupro e 5 de aprisionamento. Ele também enfrentou duas denúncias por ataque físico com penetração e outras duas por agressão com danos corporais. As informações são da NME.

+++LEIA MAIS: Harvey Weinstein é condenado a 23 anos de prisão por estupro e abuso sexual

O músico foi julgado culpado nesta quarta, 11, por 30 das 31 acusações contra ele. Segundo o BristolLive, o veredito foi decretado após 11 horas de deliberação do júri. Solo 45 foi responsabilizado por 21 estupros, cinco acusações de aprisionamento, duas acusações de agressão real com danos corporais reais e duas de agressões com penetração.

Segundo o canal de notícias, durante cinco meses de julgamento, o júri ouviu relatos perturbadores do caso. Uma das mulheres disse no tribunal pensar que morreria após ser aprisionada por Solo 45. Outra vítima relatou que o artista queria a participação dela em um "jogo de estupro".

+++LEIA MAIS: Juíza determina que Kesha mentiu sobre Dr. Luke ter estuprado Katy Perry

O artista ainda não foi sentenciado, e mesmo considerado culpado, negou as acusações contra ele. Solo 45 é um artista do gênero Grime, típico do Reino Unido. O estilo de música urbana surgiu na década de 2000 e é influenciado por diversos estilos, como hip hop, ragga e música eletrônica.


+++ SESSION ROLLING STONE BRASIL: DELACRUZ - ANESTESIA