Solo de Julian Casablancas terá inspiração de música clássica

Frontman do Strokes quer unir "música moderna" com "poder e seriedade da música mais velha"

Da redação Publicado em 15/08/2009, às 15h55

Moderno, sim, mas com inspirações de "música clássica e música mais velha": assim soará o primeiro álbum solo de Julian Casablancas.

A revelação veio em entrevista postada no site do músico, que lançará Phrazes For the Young enquanto os Strokes, banda da qual é frontman, continuam em hiato. A chegada do disco às prateleiras será no outono (primavera, no hemisfério sul). Assista ao vídeo abaixo:

Qual é o objetivo do trabalho solo? "Estou tentando capturar a pegada da música moderna mas, ao mesmo tempo, o poder e a seriedade da música clássica, da música mais velha. Em geral, o objetivo é inspirar."

O que, afinal, "é o que a arte deve fazer", defendeu o filho de John Casablancas (fundador da agência Elite Model).

O nova-iorquino também falou sobre a diferença entre a empreitada solo e seu trabalho com os Strokes, grupo fundado há 11 anos. "Com este álbum, serei capaz de perseguir qualquer ideia maluca e fazer o que quero. Então, é divertido, mas eu não ia querer fazer isso com a banda. É mais colaborativo, um esforço de grupo. Assim, gosto dos dois de forma diferente."

O quarto álbum do Strokes, que liberou o trabalho de estúdio mais recente em 2006, foi comentado brevemente por Casablancas. "Todo mundo diz que o próximo disco será o melhor de todos... Não faço ideia", ele confessou, para então acrescentar que o sucessor de First Impressions of Earth deve ser "bom pra caramba".

Bandas novas

Entre suas bandas preferidas no momento, Julian citou Beirut, Telepathe, Dirty Projectors e Beach House. Para ele, há cinco anos, a cena parecia menos promissora. "Não sei se havia tantas bandas que amava, mas agora sinto como se tivesse pelo menos 10 grandes grupos, no mínimo."