Sophie Turner compara Harvey Weinstein a vilões de Game of Thrones

“Talvez seja até pior”, disse a atriz que interpreta Sansa Stark

Redação Publicado em 26/03/2019, às 13h23

None
Sophie Turner como Sansa Tark em Game of Thrones (Foto:Reprodução)

Em entrevista à Rolling Stone EUA, Sophie Turner, a Sansa Stark de Game of Thrones, comparou Harvey Weinstein ao Rei Jeoffrey Baratheon e a Ramsay Snow, vilões da série da HBO que com certeza deixaram muitos fãs indignados e loucos raiva por suas atitudes imorais e chocantes.

Segundo ela, o magnata do entretenimento acusado de abuso sexual por inúmeras estrelas de Hollywood tem vários pontos em comum com os personagens interpretados respectivamente pelo jovem Jack Gleeson e Iwan Rheon.

+++ Tudo que sabemos sobre a 8ª temporada de Game of Thrones

“Talvez seja até pior, como um White Walker”, acrescentou a atriz.

Sophie e Maisie Williams (Arya Stark) estampam a capa da edição de abril da Rolling Stone EUA. Em conversa com o jornalista Brian Hiatt, as duas contam como foi a experiência de passar a maior parte de suas adolescências no set de filmagens de Game of Thrones.

Maisie revelou também como a ausência do pai biológico e experiências traumáticas a ajudaram no processo de incorporação da filha mais nova da família Stark

Na entrevista, Sophie admitiu ter sentido inveja da personagem da amiga no começo: “Ela tinha todas essas cenas de luta com espada”. Gradualmente, porém, ela percebeu a força que Sansa tinha, e que esse poder não vinha das armas. 

“Foi frustrante, porque foi muito devagar, mas isso só tornou tudo mais satisfatório no final. Fico feliz que ela esteja perto do poder só agora”, e refletiu: “Se a Arya tivesse passado por tudo que Sansa passou no início, teria sido decapitada. Se Sansa tivesse na pele de Arya, teriam abusado dela até a morte.”