Soulja Boy pede desculpas a soldados norte-americanos

Rapper disse na última terça, 6, que estava errado em atacá-los na música “Let’s Be Real”

Matthew Perpetua Publicado em 07/09/2011, às 13h07 - Atualizado às 14h37

Soulja Boy
AP

Soulja Boy pediu desculpas na última terça, 6, pelos versos contidos em sua canção “Let’s Be Real”, que ofendeu alguns integrantes do exército dos Estados Unidos, culminando em notícias de que lojas comandadas pelos militares não venderiam seu novo disco.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil - na íntegra e gratuitamente!

Na música, Soulja Boy canta “Fuck the FBI and fuck all the Army troops / Fighting for what? / Bitch, be your own man (Foda-se o FBI e fodam-se todas as tropas do exército / Lutando pelo quê? / Seja seu próprio homem)”. O MC recuou com as palavras em um post no blog Global Grind. “Quando eu expressei minha frustração com o exército dos EUA, não apenas minhas palavras saíram errado, como eu estava errado apenas em falá-las”, escreveu Soulja.

O rapper explicou posteriormente que ele estava destilando frustrações destinadas à economia do país e de ter crescido com a guerra constante pós 11 de setembro. “Eu assisti nosso país lutar duas guerras que parecem que nunca vão acabar. Eu vi milhares e milhares de homens e mulheres honrados serem mortos na batalha muitas vezes, e eu penso: ‘Para quê?’”, ele escreveu. “Um monte de pessoas nesse país estão lutando para que isso acabe e eu acho que um outro monte pensam bastante sobre como seria se nunca tivéssemos ido para guerra.”