Pulse

Stan Lee estreia na TV inglesa com Lucky Man; assista ao trailer

"Sempre achei que a sorte seria o maior poder de todos", diz quadrinista sobre a série em parceria com a produtora de Downton Abbey

redação Publicado em 04/01/2016, às 13h32 - Atualizado às 19h41

Em "Lucky Man", James Nesbitt é Harry Clayton um policial viciado em jogos de azar que ganha o poder de controlar a própria sorte
Divulgação/Sky1

De olho no sucesso de séries como Demolidor e Jessica Jones, Stan Lee se prepara para a sua estreia na TV inglesa com Lucky Man, que chega às telinhas no próximo dia 22 de janeiro. A parceria do quadrinista com o canal Sky1 é uma aposta da produtora Carnival Films para substituir Downton Abbey, novelão sobre a família de aristocratas ingleses que foi encerrado no último 25 de dezembro com uma audiência de 10,9 milhões de espectadores no Reino Unido.

Dez piores filmes de super-heróis da última década.

"A sorte sempre foi um assunto fascinante para mim e estou animado de finalmente compartilhar essa fascinação com o público ao redor do mundo", disse em comunicado. A Pow Entertainment, produtora da Marvel, também conduzirá a série de dez episódios. "As pessoas sempre me perguntam qual poder eu teria ou qual poder ainda não tinha dado a algum herói. Sempre achei que a sorte seria, provavelmente, o maior poder de todos. Se você tem sorte, tudo dá certo."

Os super-heróis da Marvel como você nunca viu.

No trailer de Lucky Man divulgado na última semana, James Nesbitt, protagonista do drama The Missing, é Harry Clayton, detetive do esquadrão de investigação de mortes em Londres. Acompanhando os roteiros da Marvel que expõem as vulnerabilidades dos heróis na TV, Clayton é um viciado em jogos de azar, hábito que o afasta da mulher e filho, além de criar uma dívida com um chefe do crime que o ameaça de morte. Após uma noite com a misteriosa Eve (Sienna Guillory, de Fortitude), ele acorda com um bracelete que lhe dá a habilidade de controlar a sorte.

Dez super-heróis que deveriam ganhar filmes próprios.

Richard Fell, executivo da Carnival, espera que o público seja atraído pela ideia de um herói com questionamentos mundanos. "Lucky Man é uma série de super-herói diferente – Stan veio com uma ideia absolutamente brilhante, algo com que todos nós podemos nos relacionar. O que aconteceria se você pudesse controlar a sorte? Seria esta a melhor coisa que você poderia dar a alguém ou o pior pesadelo?", questiona. Assista ao trailer abaixo.

Super-heróis e vilões ganham vida no século 17 nos trabalhos de Sacha Goldberger.