Star Wars: 5 detalhes que aprendemos com o novo trailer de A Ascensão Skywalker [LISTA]

O último filme da trilogia atual tem data de estreia prevista para 19 de dezembro

Charles Holmes, Rolling Stone EUA Publicado em 27/08/2019, às 09h40

None
Daisy Ridley interpretando Rey em Star Wars: A Ascensão Skywalker. (Foto: Reprodução)

Star Wars: A Ascensão Skywalker foi anunciado como o fim da “história de uma geração”. Apesar de ser a nona e última parte da franquia, Star Wars está longe de um fim de fato.

Na verdade, a franquia clássica de sci-fi está apenas em processo de mudança das telas de cinema para o mais novo serviço de streaming da Disney. Enquanto A Ascensão Skywalker fechará o capítulo nos cinemas, ainda teremos uma nova temporada de A Guerra dos Clones, a série The Mandalorian e um programa inédito de Obi-Wan Kenobi com o retorno de Ewan McGregor ao papel de.

+++ LEIA MAIS: Star Wars: série de Obi-Wan Kenobi com Ewan McGregor está confirmada

Durante a D23 Expo, conseguimos ver que a maior atração ainda é o tão aguardado novo longa de Star Wars. A prévia revelada no evento dá ao público um olhar mais aprofundado sobre as reviravoltas queJ.J. Abrams pode introduzir na última aventura do universo da franquia.

Enquanto esperamos pela estreia em 19 de dezembro, listamos alguns detalhes importantes que aparecem no teaser exibido no evento da Disney.

+++ LEIA MAIS: Star Wars: Disney revela visual de novo hotel inspirado em nave da franquia

Assista à prévia:

Rey no lado sombrio da força?

Há quatro anos, J.J. Abrams entregou a John Boyega um sabre de luz. Em posições estratégicas e edições, o personagem Finn aparecia segurando o icônico sabre de luz azul de Luke Skywalker e, com isso, deu a enteder que se tornaria o protagonista Jedi da trilogia atual.

+++ LEIA MAIS: Star Wars: Roteiro de Episódio 9 é "diferente do que eu pensava", diz ator

Mas é sempre bom lembrar que Abrams construiu uma carreira a partir da subversão de expectativas. Nessa linha, em O Despertar da Força (2015) Rey usa a Força e ergue o sabre de luz quando a esperança parecia perdida. Por isso, a imagem de uma “Rey Sombria” parece apenas uma distração.

Na prévia de Star Wars mostrada no evento, o Imperador Palpatine diz "sua jornada se aproxima do fim" enquanto a respiração icônica de Darth Vader aparece no fundo. De repente, Rey surge encoberta com um capuz e um sabre de luz dobrável e de lâmina dupla. A cena nos faz lembrar de Darth Maul, personagem que luta contra a Ordem Jedi.

+++ LEIA MAIS: Darth Vader pode aparecer em novo filme do Star Wars; entenda

É um momento marcante, mas em O Último Jedi , Luke explica sobre a hipocrisia na Ordem Jedi e a necessidade de um equilíbrio verdadeiro.

“A Força não pertence aos Jedi,” disse Luke para Rey. “Dizer que se os Jedi morrem, e que a luz morre, é vaidade.” A possibilidade de Rey mudar de lado - em vez de simplesmente ter uma visão sobre como seria sua experiência no lado Sombrio - é quase improvável.

C-3PO pode virar vilão

J.J. Abrams ama a cor vermelha no C-3PO. Em O Despertar da Força, o diretor deu para o androide dourado um braço vermelho sem maiores explicações, apenas para revelar mais tarde que servia como uma homenagem a um companheiro morto.

Agora, C-3PO ganhou olhos vermelhos para combinar com o braço. Dróides de protocolo malvados não são novos no universo de Star Wars.

+++ LEIA MAIS: Mark Hamill faz brincadeira com ladrão de nome Luke Sky Walker: "A sequência que ninguém quer ver"

Em 2015, a revista em quadrinhos de Darth Vader da Marvel apresentou o droide Triple-Zero, de olhos vermelhos e obcecada por assassinatos, para C-3PO. Isso poderia tornar o robô menos irritante depois de 42 anos, mas talvez uma virada para o lado dos vilões seja tudo o que ele precisa.

Treinamento básico

Na conclusão de O Último Jedi, Rey ficou sem mestre enquanto ainda precisava de treinamento. Depois da morte de Luke, a protagonista de Star Wars parece praticar suas habilidades na floresta com o controle de combate Marksman-H.

Esse treinamento traz uma lembrança direta ao tempo em que Luke praticava com Obi-Wan Kenobi em Uma Nova Esperança (1977).

+++ LEIA MAIS: Mark Hamill divulga primeiro teste que fez com Harrison Ford para Star Wars

J.J. Abrams não deixará o “passado morrer”

“Deixe o passado morrer. Se for preciso, mate-o,” é a fala mais icônica da nova trilogia Star Wars. O diálogo emo, mas preciso de Kylo Ren foi uma indireta sutil para o diretor da antiga trilogia, Rian Johnson, pelo uso da fórmula do Escolhido com problemas paternos, eterna luta entre os Jedi e os Sith e por capacetes bobos.

+++ LEIA MAIS: Morte em Stranger Things 3 foi inspirada por Star Wars e Han Solo

Contudo, Abrams, simbolicamente, deu uma boa ênfase no novo teaser a Kylo colando seu capacete quebrado.

Além disso, o material promocional traz o tom nostálgico ao mostrar imagens dos oito filmes, imagens com Carrie Fisher e o rosto e voz de Palpatine. Parece que voltamos às origens do clássico mais uma vez.

Finn achou o barbeiro ideal

Nada é mais importante - mesmo considerando a possibilidade de Rey ir para o Lado Sombrio - do que o novo corte de cabelo de Finn.

O ex-stormtrooper e agora herói da resistência passou dois filmes em busca do corte ideal. Abrams e Johnson fizeram ele correr pela galáxia com o com o pior penteado desde que Anakin usou um rabo de rato pendurado na cabeça.

+++ LEIA MAIS: Mark Hamill anuncia que se despedirá de Star Wars em A Ascensão Skywalker

A mudança foi um passo na direção certa, mas ainda precisamos achar um barbeiro que consiga dar ao Finn o corte perfeito.

+++ De Djonga a Metallica: Scalene escolhe os melhores de todos os tempos