Stephen Baldwin entra na justiça contra Kevin Costner por causa de parceria mal-sucedida

Estrela de O Guarda-Costas teria comprado ações de seus sócios para faturar US$ 18 milhões sozinho

Redação Publicado em 05/06/2012, às 12h38 - Atualizado às 12h40

Kevin Costner (foto) poderá ser um dos vilões no novo filme de Tarantino
AP

Um tribunal onde se encontram os atores Kevin Costner e Stephen Baldwin poderia se parecer com um set de Hollywood, mas o processo envolvendo as duas partes é real. Os dois estão na justiça por causa de uma parceria frustrada entre eles datada de 2010. Baldwin afirma que Costner trapaceo e tirou vantagem dele, de acordo com a agência Reuters.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

A acusação afirma que Costner escondeu informações não só de Baldwin como de seu sócio, Spyridon C. Contogouris, ao vender 32 máquinas de separação de água e petróleo à companhia British Petroleum, após o vazamento no Golfo do México, há dois anos. O acusado teria comprado as ações de seus parceiros ao saber da venda.

Como resultado, a estrela de O Guarda-Costas teria faturado US$ 18 milhões sozinho. O processo começou na ultima segunda, 4, e deve se estender pelos próximos dias, sendo obrigatória a presença de todos os envolvidos em todas as sessões do julgamento.