Stephen King pediu por uma mudança no filme Doutor Sono: ‘Brutal demais, não?’

Filme estreou em novembro de 2019

Redação Publicado em 03/07/2020, às 11h51

None
Stephen King (Foto: ASSOCIATED PRESS) e Ewan McGregor em Doutor Sono (Foto: Divulgação)

[O texto contém spoilers de Doutor Sono]

Doutor Sono, filme lançado em 2019 e sequência de O Iluminado, teve uma recepção morna do público e crítica, e arrecadou apenas U$72,3 na bilheteria mundial. Mesmo assim, o filme guarda ótimos momentos, mas muita cena foi cortada, como a de um assassinato. Quem pediu para tirar o momento foi o próprio Stephen King, escritor do livro no qual o longa se baseia. O autor considerou a cena "brutal demais".

O diretor de Doutor Sono, Mike Flanagan, em entrevista ao The Kingcast, falou sobre o pedido de King para deletar a cena. "Foi uma das únicas vezes em que ele chegou em mim durante o filme foi quando [Jacob] Tremblay foi morto", revelou. "Ele virou e disse: 'Isso é brutal demais, não?' Eu fiquei tipo 'Me***, eu tenho que voltar, eu tenho que voltar e editar isso. Eu preciso tirar as coisas. E nós fizemos, nós mudamos. Nós recuamos".

+++LEIA MAIS: Como a cena final de Dark revela que a história tem ciclo completo - e isso vai ‘explodir cabeças’

Então, para o cineasta, "acho que quando ele viu, cortamos para Jacob duas vezes mais. Então, havia mais duas facadas basicamente. E nós tiramos isso".

No filme, Jacob Tremblay interpreta Bradley Trevor, morto pelo Nodo Verdadeiro em uma cena de assassinato brutal. Mas quando Stephen King viu a cena, pediu para Mike Flanagan deixar o momento um pouco menos sombrio.

+++LEIA MAIS: Como e quando o Avatar Aang morreu depois de A Lenda de Aang

"King me disse depois, enquanto conversávamos sobre isso, essa era a única observação dele para o filme: 'Isso vai doer... Você precisa disso, está certo, mas eu teria dificuldade em mostrar isso para minha esposa, então você deve pensar em recuar'. E ele estava certo".


+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO