Steve Carell não queria ter saído de The Office, revela novo livro

Na época, o comediante foi praticamente "descartado" da série pelos executivos da NBC

Redação Publicado em 25/03/2020, às 09h42

None
Steve Carell como Michael Scott em cena de The Office (Foto: Reprodução)

A amada série The Office, da NBC, entrou em declínio após a saída de Steve Carell do elenco na sétima temporada. No entanto, o novo livro de Andy Greene, The Office: A História Não Contada da Maior Sitcom dos anos 2000, o comediante nunca quis abandonar a sitcom (via Collider). 

Vários membros da equipe disseram que foi uma batalha entre Carell e os executivos da NBC, que praticamente “o descartaram” de The Office

+++ LEIA MAIS: The Office ultrapassa Friends como série mais assistida da Netflix; Veja as 10 principais

O técnico de som Brian Wittle e o cabeleireiro Kim Ferry, por exemplo, disseram que, durante uma entrevista de rádio, Carell deixou escapar que, possivelmente, ele deixaria a série após a sétima temporada. 

Embora nada fosse certo na época, o ator foi pressionado a sair quando os executivos da NBC ouviram os comentários que ele havia feito anteriormente - e nunca mais o contataram.

+++LEIA MAIS: O que estava escrito no bilhete de Jim para Pam em The Office? Jenna Fisher revela

“Ele não queria sair do show”, disse Ferry. “Ele disse à rede que assinaria por mais alguns anos… Ele disse ao gerente e o gerente entrou em contato com eles, dizendo que [Carell] estava disposta a assinar outro contrato. E o prazo chegou para [a NBC] fazer-lhe uma oferta, mas ela não o fez. Então, o gerente disse: 'Bem, acho que eles não querem renovar o contrato com você por algum motivo’. O que foi uma loucura para mim. E para ele, eu acho.”

Allison Jones, diretora de elenco, corroborou com a história, e disse: “Pelo que eu me lembre, ele faria outra temporada, mas a NBC, por qualquer motivo, não fez um acordo com ele. Alguém não pagou o suficiente. Foi absolutamente estúpido. Não sei mais o que dizer sobre isso. Apenas estúpido.”

+++ LEIA MAIS: Friends e The Office sairão da Netflix, mas diretor do serviço não está preocupado

Ainda de acordo com Ferry, “[Carell] estava tipo: 'Olha, eu disse a eles que queria fazer isso. Eu não quero ir embora Eu não entendo.’

“É simplesmente impressionante como isso aconteceu. E me sinto mal porque muitas pessoas pensam que ele deixou o programa por mérito próprio, e isso não é verdade. Estou dizendo. Eu estava lá. Ele realmente queria ficar. E isso devastou todos nós, porque ele era o coração do programa”, concluiu.

The Office continuou por mais duas temporadas sem Steve Carell no papel principal.

 


+++ CORONAVÍRUS: DEVEMOS REALMENTE CANCELAR SHOWS E EVENTOS?