Steve Jobs ganhará nova cinebiografia feita por site de humor

“Não será o melhor, mas será o primeiro”, brinca o diretor e roteirista de iSteve

Jon Blistein Publicado em 18/03/2013, às 14h39 - Atualizado às 20h20

No lançamento do MacBook Air, em 15 de janeiro de 2008
AP

Aparentemente duas cinebiografias de Steve Jobs não são o bastante e o site de vídeos de humor Funny or Die também vai retratar a vida do criador da Apple no filme chamado iSteve, com lançamento online marcado para o dia 15 de abril – antes da estreia dos dois outros longas.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Segundo o jornal The New York Times, o filme será estrelado pelo ator Justin Long (Duro de Matar 4.0 e Olhos Famintos) e terá entre 60 e 75 minutos de duração – tornando-se assim o mais longo projeto do site especializado em curtas humorísticos.

Os outros dois filmes são jOBS, um longa independente liderado por Ashton Kutcher, que estreou no festival Sundance, mas teve o lançamento atrasado nos Estados Unidos, para depois de 19 de abril – no Brasil, a chegada prevista é para o dia 1º de novembro. O outro longa, ainda em pré-produção, é da Sony e o roteiro ainda está sendo escrito escrito por Aaron Sorkin (A Rede Social).

“Como manda lei na internet, o filme não é baseado em pesquisas muito profundas – essencialmente demos uma olhada no perfil de Steve Jobs na Wikipedia”, disse o diretor e roteirista Ryan Perez. “É bem bobo, mas passará por toda a vida dele.”

O filme do Funny or Die também terá James Urbaniak como Bill Gates, Michaela Watkins como Melinda Gates e Jorge Garcia como Steve Wozniak, cofundador da Apple.

“Nós estávamos pensando na ideia de fazer um trailer falso de um filme de Steve Jobs e, como sempre acontece na sala dos roteiristas, a ideia evoluiu”, disse o produtor Allison Hord.

Perez – que recentemente estrelou uma paródia do filme A Hora Mais Escura, do Funny or Die – disse que escreveu as 81 páginas do roteiro em três dias e o filme foi rodado em cinco. “Pode não ser o melhor, mas será o primeiro”. Brincou Perez.