Steve Reid morre aos 66 anos em Nova York

Causa da morte pode estar relacionada a um câncer que o baterista de jazz sofria

Da redação Publicado em 13/04/2010, às 13h31

O baterista de Jazz Steve Reid, morreu nesta terça-feira, 13, aos 66 anos, em Nova York, segundo anunciou o DJ Gilles Peterson, amigo próximo do músico, pelo Twitter.

"Devastado pela notícia de que meu amigo baterista Steve Reid foi embora esta noite, em Nova York - uma verdadeira inspiração que fará muita falta", disse o DJ.

De acordo com o site da Domino Records, última gravadora de Reid, o músico morreu enquanto dormia, em consequência de um câncer. No entanto, ainda não foram divulgados maiores detalhes sobre a causa da morte.

Trajetória

Reid começou a tocar bateria aos 16 anos e, com a orientação do empresário e produtor musical Quincy Jones, passou a trabalhar com artistas como Miles Davies, James Brown, Fela Kuti e Ornette Coleman. Ele também era baterista da legendária gravadora Motown, que já lançou o trabalho de gente como Stevie Wonder e Jackson Five.

Recentemente, Reid formou uma parceria com o músico Kieran Hebden, também conhecido como Four Tet, com quem lançou quatro discos entre 2006 e 2008. NYC foi o último álbum divulgado pela dupla.

Em comunicado sobre a morte de Reid, Four Tet descreveu o parceiro como "um dos meus grandes amigos e o músico mais maravilhoso com quem já trabalhei". "As músicas e as aventuras que nós compartilhamos foram uma das mais felizes e significantes experiências que eu já tive", completou. "Uma verdadeira inspiração. Ele viveu uma ótima vida e nos deu um legado musical incrível. Sentirei sua falta pra sempre".

Relembre o trabalho de Reid com o vídeo da música "Brain", do álbum Tongues (2007), uma das parcerias com Four Tet: