Steven Tyler é internado em clínica de reabilitação

Vocalista do Aerosmith quer lidar com vício em analgésicos para "voltar aos palcos e ao estúdio" com os companheiros de banda

Da redação Publicado em 23/12/2009, às 11h00

Steven Tyler entrou em uma clínica de reabilitação para se tratar de seu vício em analgésicos. "Com a ajuda da minha família e de um time de profissionais, tomo responsabilidade pela administração da minha dor e estou ansioso para voltar aos palcos e ao estúdio com meus companheiros de banda, Joe Perry, Joey Kramer, Tom Hamilton e Brad Whitford", disse o cantor em comunicado à Rolling Stone EUA.

Tyler joga nova luz, assim, ao imbróglio que por pouco não deu fim à carreira do Aerosmith como antes o conhecíamos.

Em agosto, o cantor caiu do palco durante um show em South Dakota (EUA). Problemas de saúde, pelo visto, foram a sina do Aerosmith em 2009: no começo do ano, o guitarrista Joe Perry precisou de uma cirurgia depois que sua prótese de joelho infeccionou. Em março, Tyler foi diagnosticado com pneumonia, o que voltou a adiar as gravações do novo disco de estúdio da banda.

A bola de neve começou a rolar montanha abaixo: falou-se na saída de Tyler do Aerosmith, que continuaria existindo com novo vocalista. Cogitou-se, paralelamente, que o frontman original tirasse umas férias de dois anos. À RS EUA, Tyler rechaça essa possibilidade. "Desejo esclarecer que eu li notícias de um suposto hiato de dois anos e quero ser claro que isso é completamente falso", disse sobre a hipótese levantada por Perry à mesma publicação. "Estarei entusiasmado compondo, gravando e tocando com o Aerosmith assim que as coisas se ajeitarem."

Em novembro, o guitarrista Brad Whitford manifestou preocupação com o estado de saúde de Tyler, que não estava "agindo como alguém sóbrio". "Não estou convivendo com ele, mas seu histórico com o abuso de drogas é conhecido. Recuperação total não é algo que todo mundo consegue."

Na época em que caiu do palco, Tyler refutou à RS EUA alegações de que estaria intoxicado quando o acidente ocorreu. "A coisa mais fácil do mundo é dizer que estou bêbado ou chapado", disse na ocasião.

A passagem mais recente de Tyler, 61 anos, por uma clínica de reabilitação aconteceu em maio de 2008, com o intuito de lidar com dor proveniente de uma cirurgia no pé. Seu médico no hospital New England Baptist (em Boston), Dr. Brian McKeon, afirmou em comunicado que o vício do cantor em analgésicos provinha da dificuldade em administrar a dor. "Pelos últimos 10 anos, Steven Tyler sofreu lesões ortopédicas e tem estado em severa dor crônica", declarou. "Como muitos atletas, Steven põe sua performance em primeiro lugar enquanto lida com dor aguda por anos."

Em comunicado, a atriz Liv Tyler, filha do artista com a ex-modelo e cantora Bebe Buell, expressou seu apoio à internação do pai. "Ele é um homem corajoso", disse. "Nós [ela e a mãe] o amamos e estamos orgulhosas por ele estar pedindo ajuda para equilibrar sua dor, não apenas por si mesmo, mas por sua família, amigos e fãs."