Pulse

Stranger Things: destino de Robin e Steve foi alterado durante as filmagens

"Fiquei muito feliz com o modo como as coisas terminaram", revelou a atriz Maya Hawke

Redação Publicado em 06/08/2019, às 10h57

None
Robin e Steve na 3ª temporada de Stranger Things (Foto: Divulgação)

[Atenção! Esta publicação contém spoilers de Stranger Things].

Ao longo da terceira temporada de Stranger Things, os fãs certamente especularam que Robin (Maya Hawke) e Steve (Joe Keery) acabariam juntos, mas nada disso se concretizou.

Intérprete de Robin na série, Maya Hawke revelou que, na primeira versão do roteiro, ela não seria homossexual e, de fato, teria um relacionamento amoroso com o colega de trabalho.

No entanto, de acordo com o site Digital Spy, a ideia de mudança partiu da própria atriz durante uma reunião com os criadores Matt e Ross Duffer e com o produtor Shawn Levy.

"Durante as filmagens, nós começamos a sentir que ela e Steve não deveriam ficar juntos, e que ela é lésbica. Agora voltando e assistindo os primeiros episódios, parece ter sido a decisão mais óbvia”, disse Hawke.

"Os irmãos Duffer, Shawn Levy e eu tivemos muitas conversas durante as filmagens e só tomamos a decisão final no quarto ou quinto episódio. Foi meio que uma conversa colaborativa e eu fiquei muito feliz com o modo como as coisas terminaram.”

A tensão romântica entre Robin e Steve é palpável, mas quando ele finalmente consegue coragem para confessar seus sentimentos, ele se depara com a revelação emocional de Robin.

Hawke espera que a cena inspire os espectadores a descobrir suas próprias verdades: “Eu amava Robin e dei a ela tudo o que tinha, e tentei fazê-la tão humana e multidimensional quanto pude, e queria que as pessoas a amassem. Mas, honestamente, quando você traz uma nova personagem para um programa de televisão que já é tão querido, é muito raro que ele seja tão bem recebido... e fico muito grata porque as pessoas se apaixonaram por Robin assim como eu.”

+++ LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019