Stranger Things: plano original de Eleven seria bem diferente - e sombrio; entenda

Planos para o futuro da série mudaram a intenção dos criadores

Redação Publicado em 21/06/2020, às 12h00

None
Stranger Things (Foto: Reprodução)

Quando Stranger Things, da Netflix, estreou em julho de 2016, a série virou um dos maiores sucessos da plataforma. Isso aconteceu por diversos motivos, como por exemplo: personagens cativantes, história original, ótimo vilão, e, até mesmo, a classificação indicativa, por incrível que pareça. No entanto, o plano original de Eleven (Millie Bobby Brown) seria totalmente diferente - e mais sombrio.

Em entrevista à Vulture, em 2017, os irmãos Duffer, criadores do seriado, explicaram as ideias originais.

+++LEIA MAIS: Breaking Bad foi encerrada por culpa de Arquivo X, revela Vince Gilligan

De acordo com os criadores, ela seria uma pessoa muito violenta, ela iria "matar pessoas e brutalmente assassinaria-as". Essa característica de Eleven e outros elementos fariam o episódio piloto ser classificado para maiores de idade. Além disso, o sacrifício da protagonista no final da primeira temporada seria definitivo, já que Stranger Things era planejada para ser uma minissérie.

Mas, como a Netflix queria continuar a produzir ao seriado, e descartou os planos de fazer de Stranger Things uma série limitada. Isso fez os irmãos Duffer mudarem os planos para os personagens principais, especialmente Eleven, e ela voltaria para vida depois do sacrifício.

+++LEIA MAIS: Nossas 3 teorias para a terceira temporada de Dark: universos paralelos, bíblia e ilusão [LISTA]

Depois da mudança, o passado de Eleven entrou nos planos. Antes seria um grande mistério, agora o público tem uma noção maior da origem dela.


+++ A PLAYLIST DO RUBEL