Sucesso do fim de temporada de True Detective derruba serviço online da HBO nos EUA

Estima-se que 38% dos assinantes estivessem assistindo

Rolling Stone EUA Publicado em 10/03/2014, às 13h14 - Atualizado às 19h54

True Detective
Reprodução

O final de True Detective, exibido na noite do último domingo, 9, derrubou o serviço online da HBO, nos Estados Unidos, tamanha a procura pelo episódio. A série criminal, que tem atraído quase 11 milhões de espectadores por episódio, derrubou a HBO Go, o que causou comoção nas redes sociais.

True Detective: conheça a mente brilhante por trás da série norte-americana mais falada do momento.

"Por causa da extrema popularidade nas buscas por #TrueDetective, ficamos sabendo que há um problema afetando alguns usuários”, disse o Twitter do serviço logo depois do início da exibição. "Por favor, tente novamente em breve.” Conforme dados de um texto publicado pelo site The Daily Beast, a HBO tem aproximadamente 28,7 milhões de assinantes, o que quer dizer que cerca de 38% deles estavam assistindo ao programa.

Séries de TV que mal podemos esperar para assistir em 2014.

A série acompanha dois detetives de homicídio que vivem batendo cabeça, o cerebral Rustin "Rust" Cohle (Matthew McConaughey) e o comportado Martin Hart (Harrelson), por quase duas décadas. A estrutura é quase psicodelicamente complexa. Em 1995, Cohle e Hart, que na época eram parceiros, investigam o assassinato de uma jovem prostituta que tinha sido drogada com LSD e metanfetamina, depois coroada com uma galhada e posicionada como se estivesse rezando.

Dezessete anos depois, a dupla não está mais na corporação e eles estão brigados. Cada um é entrevistado separadamente por detetives que estão investigando assassinatos semelhantes. Essas entrevistas conduzem a história de maneira que a perspectiva vai mudando sempre, do relato de Cohle ao de Hart, enquanto flashbacks mostram lentamente o que aconteceu de verdade.