Seinfeld pode chegar ao streaming em breve

Segundo o The Wall Street Journal, cada um dos 180 episódios da série deve ser vendido por US$ 500 mil

Redação Publicado em 14/03/2015, às 12h24 - Atualizado às 15h30

Galeria – Dez descobertas de Seinfeld - 3
Reprodução

O público mais jovem, além dos fãs de longa data, podem em breve ter a oportunidade de acompanhar pela internet a série de comédia Seinfeld, sucesso internacional de público durante a década de 1990, gerando US$ 2,7 bilhões (R$ 8,7 bilhões) em direitos de venda para os criadores Jerry Seinfeld e Larry David desde então.

Dez episódios de Seinfeld que você ama, mas tinha esquecido.

O The Wall Street Journal divulgou nesta sexta-feira, 13, que a Sony Pictures Television está em estágio avançado de negociação para vender o programa da rede de televisão NBC a um serviço de vídeo online e que o acordo deve sair nas próximas semanas.

Morre Daniel von Bargen, ator que interpretou Mr. Kruger em Seinfeld.

Hulu, Amazon e Yahoo estariam entre os interessados em pagar cerca de US$ 500 mil (R$ 1,6 milhão) por cada um dos 180 episódios da “série sobre nada”.

Dez curiosidades sobre Jerry Seinfeld, um dos criadores da “série sobre o nada”.

A Netflix, que no ano passado teria mostrado interesse e acabou comprando outro fenômeno das décadas passadas, Friends, por mais de US$ 500 mil por episódio, agora estaria fora das negociações.

Qual a melhor comédia da TV atualmente? Jerry Seinfeld opina.

O valor pago por Seinfeld pode variar conforme o período de duração do acordo. A Netflix, por exemplo, tem direito ao conteúdo de Friends por quatro anos.

“Reunião” de Seinfeld passou de 1 milhão de visualizações em menos de um dia.

Ainda que vá parar na internet, a atração deve continuar sendo transmitido nos Estados Unidos na TV pelo canal TBS. No Brasil, ela pode ser assistida na Sony, de segunda a sexta-feira, às 8h.