Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Críticas

Susan Sarandon denuncia antissemitismo nos EUA e jornalista rebate: 'Inferno é viver em país muçulmano'

Susan Sarandon foi dispensada de agência de talentos após participação em comício pró-Palestina

Redação Publicado em 22/11/2023, às 09h46

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Susan Sarandon (Foto: Cesc Maymo/Getty Images)
Susan Sarandon (Foto: Cesc Maymo/Getty Images)

Susan Sarandon foi dispensada pela agência de talentos UTA após participar de comício pró-Palestina e fazer discurso controverso. "Há muitas pessoas com medo, com medo de serem judias nesses tempos, e estão tendo um gostinho de como é ser muçulmano neste país", disse, revisitando o antissemitismo crescente nos Estados Unidos.

+++LEIA MAIS: Atriz Susan Sarandon é presa durante protesto por aumento do salário mínimo nos EUA

Asra Nomani, jornalista muçulmana, reagiu aos comentários de Sarandon: "Por favor, não minimize a experiência de americanos judeus disfarçando o inferno que é para muçulmanos viverem em países muçulmanos e transformando os Estados Unidos em vilão pela vida — e as liberdades — que o país oferece para muçulmanos como minha família".

A atriz também defendeu Roger Watersno Twitter, ao repostar tweet citando que o músico foi boicotado pelo lobby israelense do Uruguai, onde não conseguiu se hospedar para continuar a turnê. O ex-Pink Floyd foi acusado de antissemitismo diversas vezes.

+++LEIA MAIS: Roger Waters rebate acusações de documentário sobre antissemitismo: 'Desserviço'