Susan Sarandon pode ser mãe de Shia LaBeouf em Wall Street 2

Sequência do filme de 1987 traz de volta Michael Douglas no papel de Gordon Gekko

Da redação Publicado em 26/08/2009, às 11h58

Susan Sarandon negocia para viver a mãe de Shia LaBeouf na sequência de Wall Street - Poder e Cobiça, de Oliver Stone, informou o site da revista Variety.

O protagonista da franquia Transformers será um jovem corretor da bolsa de valores nova-iorquina, que se deixa seduzir pelas estratégias do veterano Gordon Gekko (papel reprisado por Michael Douglas), recém-liberto da prisão e pai do par romântico de LaBeouf.

Frank Langella é outro nome confirmado no elenco. Indicado ao Oscar deste ano pelo papel do ex-presidente dos EUA Richard Nixon, em Frost/Nixon, o ator vai encarnar Lewis Zabel, mentor de LaBeouf, em papel similar ao de Charlie Sheen no primeiro filme, lançado há 22 anos.

Javier Bardem desmentiu boatos de que ele assumiria como vilão da trama. Colega de elenco do espanhol em Onde os Fracos Não Têm Vez, Josh Brolin está sendo cotado para o mesmo papel.

O roteiro ficará a cargo de Allan Loeb (Coisas que Perdemos Pelo Caminho, Quebrando a Banca) - a produção de 1987 foi escrita por Stone em parceria com Stanley Weiser.

O projeto mais recente de Weiser é W., cinebiografia de George W. Bush dirigida por Stone e estrelada por Brolin, o que reforça seu nome no bolão de apostas para o vilão de Wall Street 2.

Sarandon, 62 anos, roda atualmente You Don't Know Jack, telefilme da HBO dirigido por Barry Levinson e coestrelado por Al Pacino. Outra aparição da atriz de 62 anos nas telonas será em Um Olhar no Paraíso, adaptação de diretor Peter Jackson (O Senhor dos Anéis) para o livro Uma Vida Interrompida - Memórias de um Anjo Assassinado, de Alice Sebold.

A continuação de Wall Street ganhou o subtítulo Money Never Sleeps ("o dinheiro nunca dorme"). A previsão de estreia é abril de 2010.