Suspeitos de fornecer heroína a Philip Seymour Hoffman prestam depoimento em Nova York

Autópsia do corpo do ator foi inconclusiva, mas principal suspeita é de que ele tenha morrido de overdose

Redação Publicado em 06/02/2014, às 11h45 - Atualizado às 11h56

Philip Seymour Hoffman foi encontrado morto em seu apartamento em Nova York
AP

Das quatro pessoas que foram presas suspeitas de fornecer droga ao ator Philip Seymour Hoffman, encontrado morto em seu apartamento em Nova York no domingo, 2, três prestaram depoimento ao juiz nesta quarta, 5.

A trajetória de Philip Seymour Hoffman em dez filmes.

Três homens e uma mulher foram detidos pela polícia com cerca de 350 envelopes de heroína, a mesma droga encontrada em grande quantidade no apartamento do ator morto. Dos suspeitos, quem mais chamou atenção da imprensa internacional foi Robert Vineberg, 57, saxofonista que já tocou com artistas como Amy Winehouse, Mick Jagger e David Bowie, segundo o site TMZ.

Os outros presos são Max Rosenblum (22), Thomas Kushman (48) e Juliana Luchkiw (22). Segundo informações do jornal The New York Post, o número do telefone pessoal de Hoffman foi encontrado na agenda de três dos quatro presos.

Philip Seymour Hoffman, 1967-2014

Nesta quarta foi feita também uma primeira autópsia feita no corpo do ator, com resultados inconclusivos. Novos testes devem ser feitos em laboratório nos próximos dias. A suspeita é que uma overdose tenha matado o ator, que foi encontrado aos 46 anos com uma seringa no braço e cercado por cerca de 50 papelotes e heroína.

Atores e diretores lamentam a morte de Philip Seymour Hoffman no Twitter.

Karen Samfilippo, agente do ator, revelou nesta terça, 4, que o funeral será exclusivo para parentes e amigos e não terá data nem local divulgado para o público. “Os planos são de fazer um serviço de memorial neste mês em Nova York. Em vez de flores, a família solicita que sejam feitas doações em nomes de Phil a duas instituições de caridade que eram próximas ao coração dele: The DreamYard Project e Christopher e Dana Reeve Foundation. A família quer agradecer a todos pelo suporte e pelos votos.”