Tarantino se revoltou ao ouvir sugestão de filme lançado em iPhones e abandonou reunião: ‘Ótimo’

O cineasta é conhecido por ser um purista, sem usar CGI e ter uma grande paixão por filmes clássicos

Redação Publicado em 24/06/2020, às 09h24

None
Quentin Tarantino (foto: Getty Images/ Amy Sussman)

O chefe da Universal Studios, Jeff Shell, interrompeu o negócio de filmes de maneira gigantesca este ano depois que ele concordou em pular os cinemas e estrear Trolls: World Tour direto para as plataformas de streaming. 

A ideia de Shell após bons lançamentos no streaming foi continuar a prática mesmo após a reabertura das salas de cinema pós-pandemia recebeu críticas fortes de entidades como a emissora AMC, mas outra proposta, no passado, enfureceu ainda mais o cineasta Quentin Tarantino: lançar um novo filme dele exclusivamente nos iPhones.

+++LEIA MAIS: Tarantino revela a cena favorita da história do cinema - e o filme é um clássico do faroeste de 1966

A história veio a público apenas recentemente, em um perfil de Shell publicado pelo The Wall Street Journal . O texto conta o episódio de uma reunião do executivo com Tarantino sobre a distribuição de Os Oito Odiados (2015).

 Tarantino precisava de um orçamento robusto para o projeto, pois pretendia gravar o filme em filmes de 70 mm e modernizar os cinemas em todo o país com projetores que poderiam reproduzir o filme como ele queria. Shell, no entanto, tinha um plano de lançamento totalmente diferente para o filme.

+++LEIA MAIS: Todos os filmes do Spike Lee, do pior ao melhor, segundo site [LISTA]

Como relata o Wall Street Journal: “Jeff Shell, na época o chefe do estúdio Universal, expressou seu próprio discurso: 'E se a lançarmos nos iPhones?'. 'Ótimo', respondeu Tarantino e saiu da reunião."

Tarantino, escandalizado pela proposta, acabou por fechar a produção de Os Oito Odiados com a The Weinstein Company. Com um orçamento de US$ 60 milhões, o longa foi um prejuízo para o estúdio, que esperava um retorno do que os US$ 155 milhões de bilheteria internacional.

+++LEIA MAIS: Em 1994, Tarantino escolheu as 3 melhores fitas de VHS - em uma locadora; assista

Quanto a Tarantino, o diretor seguiu com a Sony Pictures depois de cortar os laços com a TWC  e produziu Era uma Vez Em... Hollywood (2019). Tarantino também fez uma parceria com a Netflix para lançar uma versão estendida de Os Oito Odiados como uma minissérie.


+++ A PLAYLIST DO SCALENE