Taylor Hawkins se junta a The Doors para homenagem a Ray Manzarek; assista cena de documentário

Ray Manzarek morreu em 20 de maio de 2013

Redação Publicado em 23/01/2020, às 18h20 - Atualizado às 18h34

None
Taylor Hawkins e integrantes do The Doors em cena do documentário (Foto: reprodução)

Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, encontrou os integrantes do The Doors para uma performance com estilo blues de “Love Me Two Times”, em 2016. A apresentação é parte do The Doors: Break on Thru, documentário de concerto em homenagem ao tecladista Ray Manzarek, que morreu de câncer em 2013. 

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson faz cover sombrio de "The End", clássico do The Doors; ouça

No clipe(assista aqui), Hawkins leva os vocais de Jim Morrison na música de 1967, apoiada pelo guitarrista do Doors, Robby Krieger, e pelo baterista John Densmore. Eles se juntam ao baixista do Stone Temple Pilots Robert DeLeo, e o tecladista do Foo Fighters Rami Jaffee, que toca as partes icônicas de Manzarek. "Me ame duas vezes, querida / porque vou embora", canta Hawkins, terminando em um uivo enquanto sacode uma maraca.

"Não quero ficar emotivo", diz Densmore em uma entrevista exclusiva para o documentário. "Ouço Ray tocando desde que morreu, e estou impressionado com sua habilidade de dividir a mente em dois músicos - baixista e teclas - e todos esses solos. Tão talentoso, tão único. Não há ninguém como ele". 

+++LEIA MAIS: The Doors ganha disco com versões inéditas de clássicos em comemoração aos 50 anos de The Soft Parade

Filmado no Fonda Theater, em Los Angeles, o documentário de concerto estreará nas telonas ao redor do mundo por uma noite, em 12 de Fevereiro - data que marcaria o 81º aniversário de Manzarek

O documentário também conta com o baterista do Jane's AddictionStephen Perkins, o guitarrista do Paul McCartney Brian Ray, Exene and John Doe, Warren Haynes e o compositor Andrew Watt. Ingressos podem ser comprados aqui.

+++LEIA MAIS: Taylor Hawkins diz que quase abandonou o Foo Fighters para se juntar ao Guns N' Roses


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL